Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

DiCaprio ganha Óscar de melhor ator

Conheça os vencedores da noite dos Óscares.
29 de Fevereiro de 2016 às 07:48
Ator Leonardo DiCaprio
Ator Leonardo DiCaprio FOTO: Mario Anzuoni/Reuters

O filme "O caso Spotlight" ganhou o Óscar deste ano de melhor filme, enquanto o ator Leonardo DiCaprio conseguiu a primeira estatueta da sua carreira pelo seu papel em "O Renascido".

Já o Óscar de melhor atriz principal foi para a norte-americana Brie Larson, pela sua interpretação em "O quarto".

O mexicano Alejandro González Iñárritu ganhou o Óscar de melhor realizador por "O Renascido" na 88.ª edição dos prémios de cinema dos Estados Unidos, conquistando o galardão pelo segundo ano consecutivo.

"O caso Spotlight", do realizador Tom McCarthy, ganhou também o Óscar de melhor argumento original, mas "Mad Max: Estrada da fúria" e "O Renascido" foram os filmes que recolheram mais estatuetas, com seis e três galardões, respetivamente.

O filme "O caso Spotlight" relata a investigação jornalística do Boston Globe que revelou os abusos sexuais de menores na Igreja Católica de Boston, Estados Unidos.

No discurso em que agradeceu a distinção, McCarthy disse que o filme "deu voz" aos sobreviventes daqueles abusos.

"Mad Max" ganhou mais Óscares
"Mad Max: Estrada da fúria", o filme que ganhou mais Óscares este ano, recolheu os galardões de melhor guarda-roupa, maquilhagem, 'design' de produção, montagem, edição de som e mistura de som.

O filme mais nomeado, "O Renascido", ficou com os Óscares de melhor realizador (Alejandro González Iñárritu), melhor ator (Leonardo DiCAprio) e melhor fotografia (Emmanuel 'El Chivo' Lubezki).

Iñárritu foi assim considerado o melhor realizador pela Academia de Hollywood pelo segundo ano consecutivo, depois de no ano passado ter conseguido o mesmo Óscar por "Birdman".

Já DiCaprio conseguiu o seu primeiro Óscar após seis.

O ator dedicou o prémio ao coprotagonista de "O Renascido", Tom Hardy, e a Alejandro González Iñárritu.

DiCaprio deixou ainda um apelo à defesa do ambiente quando agradeceu o prémio e pediu a proteção "dos indígenas" e "das pessoas sem privilégios" e "sem voz".

Alicia Vikander e Mark Rylance são os melhores atores secundários
A sueca Alicia Vikander e o britânico Mark Rylance ganharam os Óscares de melhor atriz e ator secundários, respetivamente, por os seus papéis em "O Quarto" e "A ponte dos espiões".

"Divertida-mente" foi considerado o melhor filme de animação e o húngaro "O filho de Saul" o melhor estrangeiro (de língua não inglesa".

O italiano Ennio Morricone ganhou, aos 87 anos, o seu primeiro Óscar, pela banda sonora de "Os oito odiados".

"A queda de Wall Street" ficou com a estatueta de melhor guião adaptado.

A 88.ª edição dos Óscares ficou marcada pela crítica à falta de diversidade étnica entre os nomeados.

A questão esteve presente na cerimónia de entrega dos prémios, que arrancou com o apresentador, Chris Rock, a fazer piadas sobre a falta de diversidade racial dos nomeados.

Chris Rock deu as boas-vindas
Chris Rock deu as boas-vindas à cerimónia dos Óscares, no domingo à noite em Los Angeles (madrugada de hoje em Lisboa), acrescentando que é "também conhecida como os prémios das pessoas brancas".

"Se eles também nomeassem os apresentadores, eu não teria trabalho", acrescentou o humorista e ator afro-americano.

Lista completa dos vencedores da 88.ª edição dos Óscares:
A lista completa dos vencedores da 88.ª edição dos Óscares, cuja cerimónia teve lugar, na madrugada desta segunda-feira, em Los Angeles, nos Estados Unidos:

Melhor filme:
- "Spotlight"

Melhor realizador:
- Alejandro G. Iñárritu, "O renascido"

Melhor ator:
- Leonardo DiCaprio, "O renascido"

Melhor atriz:
- Brie Larson, "O quarto"

Melhor ator secundário:
- Mark Rylance, "A ponte dos Espiões"

Melhor atriz secundária:
- Alicia Vikander, "A Rapariga dinamarquesa"

Melhor filme de animação:
- "Divertida-mente"

Melhor argumento original:
- "Spotlight" (Tom McCarthy e Josh Singer)

Melhor argumento adaptado:
- "A queda de Wall Street" (Charles Randolph e Adam McKay)

Melhor filme estrangeiro de língua não inglesa):
- "O filho de Saul" (Hungria)

Melhor desenho de produção:
- "Mad Max: Estrada da Fúria" (Colin Gibson)

Melhor fotografia:
- "O renascido" (Emmanuel Lubezki)

Melhor guarda-roupa:
- "Mad Max: Estrada da Fúria" (Jenny Beavan)

Melhor Montagem:
- "Mad Max: Estrada da Fúria" (Margaret Sixel)

Melhores efeitos visuais:
- "Ex Machina" (Andrew Whitehurst, Paul Norris, Mark Ardington e Sara Bennett)

Melhor caracterização:
- "Mad Max: Estrada da Fúria" (Lesley Vanderwalt, Elka Wardega e Damian Martin)

Melhor Montagem de Som:
- "Mad Max: Estrada da Fúria" (Mark Mangini e David White)

Melhor Mistura de Som:
- "Mad Max: Estrada da Fúria" (Chris Jenkins, Gregg Rudloff e Ben Osmo)

Melhor banda Sonora:
- "Os oito odiados" (Ennio Morricone)

Melhor canção original:
-"Writing's on the wall" ("007-Spectre"), Sam Smith e Jimmy Napes

Melhor documentário:
- "Amy", de Asif Kapadia

Melhor documentário em curta-metragem:
-"A girl in the river: the price of forgiveness"

Melhor curta-metragem:
- "Stutterer", de Benjamin Cleary e Serena Armitage

Melhor curta-metragem de animação:
- "Bear Story", de Gabriel Osorio
Leonardo DiCaprio Óscar O caso Spotlight O Renascido
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)