Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

DOIS MUNDOS E TANTA GENTE

Na véspera do dia que comemora todos os amores, aproveite-se a embalagem e apresente-se “Os Românticos”, título da Europa-América, assinado por Pankaj Mishra, escritor indiano que divide os seus dias entre Nova Deli, a moderna capital e Shimla, a velha estância colonial.
13 de Fevereiro de 2003 às 00:00
Contudo, desengane-se quem pensa encontrar aqui romance cor-de-rosa e isto por duas ordens de razões. Em primeiro lugar, as cores da Índia pintam-se no excesso, como aliás tudo o resto, o que deixa de fora tonalidade ambígua como a rosa. Em segundo lugar, os românticos de que aqui se fala nem morrem de amores pelo amor nem vivem apaixonados pela paixão.

O estatuto de românticos vem-lhes do sonho sobre a realidade, a que sobrevivem em permanente conflito com o mundo a que pertencem e aquele outro a que escolheram pertencer. Romance de estreia do autor, facilmente se confunde com as memórias do estudante furioso dividido entre a segurança de um cargo público e a avidez de mundo que lhe desafia a errância.

A HISTÓRIA

Uma errância contida, pelo menos no caso do protagonista, Samar, até ao dia em que conhece uma expatriada inglesa, com 50 anos de vida e 20 de uma paixão mal resolvida, através de quem conhece Catherine. E Catherine é uma jovem francesa em busca de uma identidade que seja sua. Pelo caminho não hesita em cortar o cordão umbilical com a progenitora mas não com a sua conta bancária com que patrocina o seu romance com Anand em quem ama “o namorado indiano”.

Em suma, Samar ama o mundo de Catherine que ama o mundo de Anand que nela ama mundo maior... Pelo meio temos as lutas estudantis que se nem sempre fazem, ajudam sempre a fazer a mudança. Qualquer mudança. Todas as mudanças.

“Um ser dividido entre dois mundos não pode viver plenamente em nenhum”, lê-se a propósito de Rajesh, personagem só aparentemente menor, rosto visível da instabilidade política e da brutalidade policial.
Tudo isto se passa na mais antiga cidade habitada do mundo que, dependendo da fé de quem chama, responde por três nomes: Benares para muçulmanos, Varanasi para hindus e Kashi - a cidade da luz para todos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)