Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Duas horas dentro das grandes árias

É o próprio encenador que admite: eis uma fantasia que lembra, e muito, o ambiente mirabolante do filme ‘Charlie e a Fábrica de Chocolate’. ‘Ópera Show’, espectáculo de música, dança e teatro que chega hoje, às 21h30, ao Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa, é uma proposta que mistura as árias mais conhecidas de sempre com cenários coloridos, fatos barrocos, coreografias arrojadas e uma sucessão de cenas teatrais de pendor dramático e/ou cómico.
6 de Abril de 2010 às 00:30
Fatos barrocos e cenários coloridos são uma constante nas árias recriadas no espectáculo ‘Ópera Show’
Fatos barrocos e cenários coloridos são uma constante nas árias recriadas no espectáculo ‘Ópera Show’ FOTO: direitos reservados

Desde a célebre ‘Rainha da Noite’ (de ‘A Flauta Mágica’, de Mozart) até ao popular ‘La Donna e Mobile (‘Rigoletto’, de Verdi), passando pela ‘Habanera’ (da ópera ‘Carmen’, de Bizet), o público lisboeta vai poder reviver vinte árias, algumas das quais com acompanhamentos pouco convencionais, ao mesmo tempo que assiste a um desfile de figurinos loucos.

O encenador Mitch Sebastian admite de resto que o espectáculo tem um toque da loucura do famoso estilista britânico John Galliano, conhecido pela exuberância das suas criações.

Mitch Sebastian, que concebeu o espectáculo em 2008 e desde então não mais parou – ‘Ópera Show’ chega a Lisboa depois de actuações em Copenhaga (Dinamarca) e Barcelona (Catalunha) e antes de partir para Milão, na Itália – promete ainda encher o olho ao público com vídeos, projecções, fumo, fogo e efeitos pirotécnicos.

'Quis apresentar um concerto de música clássica dentro do estilo evento MTV', explicou Sebastian em entrevista. 'A ideia pareceu--me apelativa: ter grande música interpretada de uma forma contemporânea.'

Um serão extravagante que estará no Casino Lisboa até dia 17.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)