Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Duetos improváveis reúnem ilustres

Mayra Andrade e António Zambujo, Cristina Branco e Mário Laginha estão em destaque.
4 de Outubro de 2015 às 17:41
Mayra Andrade vai cantar ao lado de António Zambujo e Kalaf, dos Buraka Som Sistema
Mayra Andrade vai cantar ao lado de António Zambujo e Kalaf, dos Buraka Som Sistema FOTO: João Miguel Rodrigues
Chico Buarque cantado em português de Portugal por Cristina Branco na companhia de Mário Laginha Trio é um dos duetos improváveis que poderão ser escutados na edição deste ano do Festival Internacional de Literatura de Óbidos (FOLIO), a decorrer entre os próximos dias 15 e 25.

Mas há mais parcerias inesperadas. Mayra Andrade vem de Cabo Verde para cantar ao lado de António Zambujo e Kalaf, dos Buraka Som Sistema, junta-se ao angolano Toty Sa’med para fazerem soar a poesia angolana dos anos 60 e 70.

Ainda não confirmado mas muito aguardado é um dueto entre Georgeana de Moraes, filha do lendário músico brasileiro Vinicius de Moraes, e Miúcha, irmã de Chico Buarque. Além de homenagear o grande poeta e compositor brasileiro, falecido há 35 anos, esta será também uma forma de celebrar os 450 anos do Rio de Janeiro que este ano se assinalam neste festival de literatura que cruza em Óbidos vários autores e artistas dos países lusófonos.

Num evento que decorre dentro das muralhas do castelo e em que a música estará ao serviço da literatura, vão ouvir-se ainda espetáculos inesperados que cruzam sonoridades e artes tão distintas como as de Gisela João e das bordadeiras de Óbidos ou de Moreno Veloso (filho de Caetano Veloso) com o artista plástico Tomás Cunha Ferreira.

A maioria dos concertos tem início agendado para as 22h30.
duetos improváveis ilustres Mayra Andrade António Zambujo Cristina Branco
Ver comentários