Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

E-books ausentes da Feira do Livro

A Feira do Livro, no Parque Eduardo VII, em Lisboa, foi oficialmente inaugurada esta quinta-feira, numa sessão que contou com a presença da ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, o presidente da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), Paulo Teixeira Pinto, e o vice-presidente da Câmara de Lisboa, Manuel Salgado.
29 de Abril de 2010 às 22:02
Paulo Teixeira Pinto e Gabriela Canavilhas estiveram entre os primeiros a descobrir a edição de 2010
Paulo Teixeira Pinto e Gabriela Canavilhas estiveram entre os primeiros a descobrir a edição de 2010 FOTO: Jorge Paula

A edição deste ano conta com um alargamento do horário até às 23h30, concertos diários às 21h30 e a ‘Hora H’, uma iniciativa que começa às 22h30 e promove livros editados há mais de 18 meses, com 50 por cento de desconto.

Outra das novidades é a introdução de um ‘passaporte escolar’, que os mais jovens jovens deverão carimbar para terem acesso a brindes. Tudo para dinamizar e promover o evento, que vai no seu 80.º ano consecutivo.

Mas apesar das introduções inovadoras, Miguel Freitas da Costa, secretário–geral da APEL, explicou, em declarações ao CM, que ainda não é este ano que se vão poder encontrar e-Books na Feira. Não por terem sido recusados, mas simplesmente porque não houve voluntários para o efeito, apesar de a Samsung ter ponderado a hipótese de apresentar o E-reader, o seu leitor de livros electrónicos.

'Esperamos que seja a maior Feira do Livro. Mas sobretudo, que seja a melhor”, reforçou Teixeira Pinto.

Já Gabriela Canavilhas, referiu que a Feira “é sempre um evento muito esperado com a chegada da Primavera” e classificou-o como a “festa da cultura”. A ministra anunciou ainda que este ano, graças à parceria com Direcção Geral dos Livros e das Bibliotecas, Portugal vai apoiar a Feiras do Livro de Timor-Leste e Cabo Verde.

Quanto aos visitantes que se deslocaram ao Parque Eduardo VII, apesar de considerarem os livros caros, louvaram a introdução dos horários alargados, que lhes permitem jantar no recinto e ver os livros sem pressas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)