Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

"É um orgulho fazer parte desta banda sonora"

Zé Pedro reage à música dos Xutos que virou hino da seleção.
Miguel Azevedo 13 de Julho de 2016 às 17:26
FOTO: Alexandre Azevedo

Quando é que se aperceberam que ‘A Minha Casinha’ estava a virar um hino da selecção?

Nós apenas nos apercebemos que essa canção ia sendo cantada antes dos jogos, mas daí a virar quase um hino foi completamente inesperado. É um orgulho muito grande para os Xutos fazerem parte da banda sonora deste momento tão importante para Portugal.

É um marco na carreira dos Xutos?

Sim. Todos nós ficámos muito sensibilizados. Ver o Cristiano Ronaldo agarrado ao microfone a cantar ‘A Minha Casinha’ é algo que nos enche de orgulho.

Esta canção foi originalmente cantada por Milú, foi adaptada depois por vocês e agora adotada pela seleção. Estamos a assistir à terceira vida de "A Minha Casinha"?

É possível, mas esta música já andava há algum tempo associada à seleção. Pelo que sei no último Europeu, quer ‘A Minha Casinha’ quer os ‘Contentores’ eram muito cantadas pelos jogadores até nas viagens de autocarro.

Ainda se recordam de ter gravado essa canção pela primeira vez?

Sim. Estávamos no final de 1987. Tínhamos lançado o ‘Circo de Feras’ no início do ano e estávamos num impasse porque a editora queria continuar a explorar esse disco. E nós para cortar um bocadinho com esse álbum grávamos ‘A Minha Casinha’ que nunca julgámos que viesse a ter a relevância que veio a ter. Tocávamos por gozo, tanto que nunca entrou em nenhum álbum oficial do Xutos.

Mas porquê a ‘A Minha Casinha’ e não outra canção qualquer?

Foi o Tim que um dia, em estúdio, enquanto montávamos o material começou a cantarolar essa canção com a qual tinha uma relação quase familiar porque já a avó a trauteava. Eu até acho que o Tim só sabia a primeira quadra, tanto que foi apenas essa que gravámos quando a música original tem mais.

Canções à parte, como é que os Xutos acompanharam o Europeu?

Eu vi os jogos todos e achei genial aquela crença que o Fernando Santos conseguiu passar para a equipa. Quando poucos acreditavam ela continuava a dizer categoricamente que ia ganhar. A equipa soube ajustar-se sempre muito bem aos adversários. Fizemos um campeonato à justa, mas foi uma verdadeira obra de engenharia. 


A Minha Casinha Xutos Cristiano Ronaldo Milú artes cultura e entretenimento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)