Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Eduardo Lourenço: “Sou um leitor compulsivo”

Se o toque de um telemóvel perturbou por momentos a conferência que Eduardo Lourenço proferiu ao final da tarde de quinta-feira, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, não há que acusar ninguém: foi o do próprio filósofo a reclamar atenção. De resto, tudo foi sereno numa sessão que decorreu em registo confessional e que inaugurou o ciclo de conferências ‘Ler em Voz Alta’, promovido pela revista ‘Ler’ pelos seus 25 anos de vida.
21 de Setembro de 2012 às 01:00
O filósofo Eduardo Lourenço fotografado no Centro Cultural de Belém, esta quinta-feira
O filósofo Eduardo Lourenço fotografado no Centro Cultural de Belém, esta quinta-feira FOTO: Bruno Colaço

Ao lado de João Pombeiro, director da revista, e frente ao secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, o filósofo disse-se um leitor compulsivo e os livros “a imagem sacralizada do mistério da vida”.

“Não nasci em berço de ouro e não tinha biblioteca em casa, mas quando descobri os livros tornei-me naquilo que sou hoje: um leitor compulsivo”, contou Eduardo Lourenço a uma sala praticamente cheia. “O meu pai, que tinha alguma instrução, tinha já a paixão dos livros e deixou uma mala com alguns. Nela descobri um autor que se podia ler na escola, o Júlio Dinis, um dos grandes do século XIX. Foi a Jane Austen que nós não tivemos.”

Falando de autores que o marcaram, referiu os outros dois “grandes”: Garrett e Camilo Castelo Branco, mas também Fortunato de Almeida.

“Os livros são uma espécie de esfinge que nós criámos e que temos de decifrar, sob pena de permanecer ignorante dos grandes mistérios: Quem somos? De onde vimos? Para onde vamos?”

Referindo-se ao conflito entre o mundo ocidental e o mundo oriental, Eduardo Lourenço explicou-o também do ponto de vista dos livros – enquanto a luta de dois livros santos.

“O Ocidente já não luta pelo seu livro – algo que eu não posso lamentar, porque a Inquisição fez mortes suficientes. Mas há que reconhecer que há nisto alguma impotência…”

Cultura Eduardo Lourenço Revista 'Ler' Ciclo de Conferências Ler em Voz Alta Centro Cultural de Belém
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)