Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Escultura de 38 toneladas desaparece

O Museu Rainha Sofia, de Madrid, ‘perdeu’ uma gigantesca escultura de 38 toneladas, da autoria do artista norte-americano Richard Serra, que se encontrava depositada num armazém.
20 de Janeiro de 2006 às 00:00
A peça foi criada pelo escultor norte-americano Richard Serra
A peça foi criada pelo escultor norte-americano Richard Serra FOTO: DR
Criada especificamente para o Centro de Arte Rainha Sofia, a escultura ‘Equal Parallel/Guernica-Bengasi’ foi comprada pelo museu em 1987 por 36 milhões de pesetas (mais de 200 000 euros) e integrou a exposição intitulada ‘Referências: Um encontro artístico no tempo’.
Um ano mais tarde e tendo em conta o seu peso e dimensões, a escultura foi armazenada num depósito de uma empresa especializada em guardar obras de arte.
Em 1990 e após a reestruturação do Museu Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, a escultura foi exposta numa das salas. Mas, após um mês, voltou ao armazém, desta feita de uma outra empresa.
Quando em Outubro de 2005 a nova directora do museu, Ana Martínez de Aguilar, quis integrar a peça na colecção permanente e solicitou a sua devolução, a empresa de armazenamento informou desconhecer o seu paradeiro. De acordo com o jornal espanhol ‘ABC’, esta empresa foi dissolvida em 1998.
A Brigada espanhola de Delitos contra o Património Histórico já está a investigar o desaparecimento da escultura, um caso polémico que colocou em causa o sistema museográfico de Espanha.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)