Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Espetáculos de borla no FIC em Cascais

Lumina dá pontapé de saída em dez dias de eventos culturais que prometem agradar a todos os gostos.
Sandra Rodrigues dos Santos 9 de Setembro de 2016 às 06:00
A vila de Cascais vai receber a Feira do Livro. A obra de William Shakespeare serve de mote a este festival
A vila de Cascais vai receber a Feira do Livro. A obra de William Shakespeare serve de mote a este festival FOTO: David Martins
A partir desta sexta-feira e até 18 de setembro, Cascais será sinónimo de cultura, com mais de 100 eventos de diferentes áreas que a organização espera que atraiam meio milhão de pessoas à vila. Música, teatro, cinema, exposições, gastronomia, debates com escritores e uma feira do livro são alguns dos destaques da segunda edição do Festival Internacional de Cultura (FIC), com um aliciante extra: quase todas as atividades são gratuitas.

O Lumina deu o pontapé de saída nesta festa cultural. Durante quatro dias, o Festival de Luz junta-se ao FIC para iluminar 30 pontos da vila entre as 20h00 e a meia-noite.

A literatura, mais concretamente a obra de William Shakespeare, serve de mote a este festival, "porque é da literatura que emanam muitas experiências culturais", explicou ao CM Tiago Morais Sarmento, administrador do Grupo Leya, que se juntou à Câmara Municipal de Cascais na organização da iniciativa.

Hoje, além das muitas exposições para ver em espaços como a Casa das Histórias Paula Rego, o Centro Cultural ou o Museu Condes de Castro Guimarães, arrancam os debates, com Caetano Veloso e António Cícero a discutirem a identidade cultural. Carlos Carreiras, presidente da Câmara de Cascais, diz que o debate está praticamente esgotado e alertou que, apesar de gratuitos, há eventos que têm de ser reservados com antecedência. Para o autarca, "este é um festival de enorme valor com um preço muito baixo".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)