Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Espólio regressa ao Afeganistão

Mais de 1400 objectos culturais e artefactos arqueológicos afegãos, que estiveram desde 1999 num museu suíço protegidos da pilhagem e do regime taliban, regressaram ontem ao Museu Nacional do Afeganistão.
18 de Março de 2007 às 00:00
Entre as peças, conta-se uma estatueta de Buda originária de Bamiyan, a localidade onde os taliban destruíram há seis anos outras duas estátuas de Buda. Paul Bucherer, director do museu afegão, destacou ainda uma pedra retirada da antiga cidade Ai-Khanum, fundada por Alexandre, o Grande há 2300 anos, e que afirma ser a ligação entre a Europa e o Afeganistão.
Fundado em 1930, o Museu Nacional do Afeganistão foi pilhado pelo regime taliban, tendo reaberto ao público em 2004 após vários anos de reconstrução e recuperação. Com o regresso do espólio, Bucherer espera que as peças contribuam para o reconhecimento da identidade cultural do país.
Ver comentários