Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

“Este foi um ano muito intenso para mim” diz Diogo Piçarra

Músico lança um livro/DVD a recordar os concertos de 2017 nos coliseus de Lisboa e Porto.
Miguel Azevedo 7 de Dezembro de 2018 às 01:30
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Diogo Piçarra
Ainda esta quinta-feira Diogo Piçarra parece não acreditar que aquilo aconteceu. A sua estreia no Coliseu de Lisboa deu-se em outubro de 2017, mas, mesmo um ano depois, as palavras para explicar o que sentiu parecem fugir.

"Foi uma emoção muito grande. Eu, que sempre vi ali concertos como espectador, de repente dei por mim em palco", começa por dizer.

"É um marco na minha vida. Lembro-me que a cada música havia sempre uma surpresa, um novo cartaz que se levantava." Ora é precisamente este espetáculo, em outubro de 2017, no Coliseu dos Recreios que se repetiu também no Coliseu do Porto, que vai ficar imortalizado num livro/DVD que o músico lança esta quinta-feira no mercado.

A edição inclui ainda o EP ‘Abrigo’, com três músicas, entre as quais está o novo mega-hit: ‘Paraíso’. "É uma canção que tem a ver com a estabilidade da minha vida profissional e com a pessoa com que me encontro. Já só falta mesmo o anel de casado", diz, entre risos.

Com a edição de ‘Coliseus’, Diogo Piçarra encerra assim 2018 com chave de ouro.

"Este foi um ano muito intenso que, se terminou com uma inesperada vitória nos prémios MTV, a verdade é que começou atribulado com o Festival da Canção e a acusação de plágio. Não foi fácil tomar a decisão de abandonar o concurso, mas hoje acho que foi o melhor que fiz", admite o cantor, garantindo que saiu do festival de "cabeça erguida".

Diogo Piçarra volta à estrada já em 2019 com uma digressão acústica com guitarra e piano.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)