Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Feira do Livro do Porto espera cem mil visitantes

No regresso às origens da Feira do Livro do Porto, – à avenida dos Aliados –, a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) espera, – em época de crise –, um aumento entre dez a vinte por cento do volume de negócios e de visitantes. Traduzindo isto para números, são esperados cerca de cem mil amantes dos livros entre amanhã e 14 de Junho para visitar os 127 stands, que estarão expostos na sala de visitas da Invicta.

26 de Maio de 2009 às 00:30
A edição deste ano começa amanhã e só terminará a 14 de Junho
A edição deste ano começa amanhã e só terminará a 14 de Junho FOTO: José Ferreira

"Este número representa um aumento de mais de 25 por cento de presenças do que o ano anterior", disse ao CM o presidente da APEL, Rui Beja.

Assim dos 94 pavilhões de 2008 foram acrescentados 33. Ainda assim, o número fica muito aquém da feira de Lisboa que contou com 236 expositores. "A avenida dos Aliados não teria capacidade para tantos stands", salientou Rui Beja. O regresso aos Aliados foi motivado pelas obras no pavilhão Rosa Mota, bem como a vontade de mudança da organização. O evento deve-se manter naquele local até 2012.

O horário será este ano diferente. Os expositores abrem às 12h30, e encerram às 20h30. Já aos sábados e domingos, a abertura é antecipada para as 11h00. Às sextas-feiras e vésperas de feriado o certame encerra às 23h00.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)