Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Feliciano fantástico em Oeiras

No âmbito do Cool Jazz Fest, o belo recinto da Casa Da Pesca (Oeiras), recebeu terça-feira o porto-riquenho José Feliciano, que demonstrou toda a magia de um músico universal. Desde a música da sua terra à soul passando pelo jazz/rock, música clássica ligeira e até pelo flamenco, tudo passou pelo palco, com Feliciano imparável mostrando virtuosismo como guitarrista e vocalista. Nesse turbilhão de canções ouvimos boleros (‘Guitarra Mia’), um instrumental (‘Information’), o inevitável ‘Bandolero’.
14 de Julho de 2005 às 00:00
O virtuoso guitarrista
O virtuoso guitarrista FOTO: Natália Ferraz
Na guitarra acústica ou eléctrica, Feliciano levou o público ao delírio com temas de Stevie Wonder (‘Superticious’), Santana (‘Black Magic Woman’), The Doors (‘Light My Fire’), terminando o concerto sob fortes aplausos do público. Viria ainda galvanizar mais os admiradores com um lindo bolero, ‘Seria Fácil’, a que se seguiu ‘What Did I Say’ de Ray Charles. Além da guitarra, Feliciano ainda passou pela percussão e voltou de novo a Ray Charles, com a balada ‘I Can’t Stop Loving You’. Foi uma noite de sonho, personificada por um fantástico cantor e guitarrista.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)