Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Fenómeno 'Big Brother' domina Cannes

Na mesma sexta-feira em que Maria de Medeiros apadrinhou, juntamente com Elia Suleiman, a secção 'Cinemas do Mundo', destinada a criar e promover o 'world cinema', o Festival de Cannes viu também o poder do fenómeno 'Big Brother' a motivar o excelente 'Reality'.
19 de Maio de 2012 às 01:00
'Reality' é a nova longa-metragem do realizador de 'Gomorra'
'Reality' é a nova longa-metragem do realizador de 'Gomorra' FOTO: D.R.

A expectativa de ser famoso e seleccionado para entrar na casa 'Big Brother' leva um italiano a entrar num estado de esquizofrenia, a ceder os seus bens, ao ponto de necessitar de ajuda psicológica. Algo que não o impede de viver um delírio surreal.

Depois de ter absorvido com extrema intensidade o meio da corrupção e tráfico de droga, em 'Gomorra', em 2008, Matteo Garrone aborda agora com um profundo realismo social o fascínio irrealista pelo pequeno ecrã, o desejo de fama promovido pelo famoso 'reality show'.

Na secção Quinzena dos Realizadores, a vedeta mexicana Gael Garcia Bernal deu corpo a 'No', terceira parte da trilogia que o chileno Pablo Larrain dedicou à ditadura de Pinochet, iniciada com 'Tony Manero', em 2008, e continuada, dois anos depois, em 'Post Mortem'.

Conclui-se agora com 'No', sobre os meandros da campanha do plebiscito que  Pinochet permitiu em 1988, cedendo às pressões internacionais, e que acabaria por motivar a sua derrota.

Festival de Cannes Cannes Cinema Reality Show Big Brother Matteo Garrone Elia Suleiman Maria de Medeiros
Ver comentários