Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

FERNANDA MONTENEGRO ABRE FITEI

A mensagem de Fernanda Montenegro, na cerimónia de abertura, simboliza o timbre lusófono que vai pontificar, a partir do próximo dia 28, na 27.ª edição do Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica (FITEI), no Porto.
19 de Maio de 2004 às 00:00
Fernanda Montenegro estará num debate sobre a sua carreira
Fernanda Montenegro estará num debate sobre a sua carreira
O festival - que além do Teatro Nacional S. João (TNSJ), ocupará, até 10 de Junho, os dois auditórios do Rivoli Teatro e o Teatro Carlos Alberto -,levará à cena espectáculos de 15 companhias, das quais 13 são estreantes no certame.
Não fosse a participação do Teatro Corsario, de Valladolid (Espanha), com 'Edipo Rey', e o português seria a única língua desta edição. Para esse predomínio contribui a presença de sete montagens vindas do Brasil e duas de Moçambique, a que se juntam cinco espectáculos nacionais.
Compete ao Brasil abrir e fechar as cortinas. No dia 28, no TNSJ, é apresentada 'A Vida é Cheia de Som & Fúria'. A 10 de Junho, Arrigo Barnabé solta no mesmo palco 'Clara Crocodilo - Uma Suite a 4 Mãos'.
Pelo meio, o FITEI mostra mais cinco produções brasileiras - 'No Retrovisor', 'Hysteria', 'A Casa dos Budas Ditosos','Ora Bolas' e 'To Limpeza'. Portugal estará representado pelas peças 'Itália Brasil 3 a 2', 'Cara de Fogo', 'O Senhor Armand Dito Garrincha', 'A Passagem das Horas' e 'Vou Lá Visitar Pastores'. 'A Varanda do Frangipani' e 'Julieta e Romeu' são os espectáculos oriundos de Moçambique.
AJUDA DO TNSJ TRAZ BRASIL
António Reis, director do FITEI, justifica a opção preferencial pelo teatro brasileiro, como uma oportunidade que não se podia desperdiçar.
"A parceria com o TNSJ é uma preciosa colaboração com o festival, que continua a confrontar-se com um orçamento reduzido e insuficiente", observa.
Conforme adianta, a inclusão no programa dos sete espectáculos do ciclo 'Portugofonia', que abarca algumas das mais criativas propostas do novo teatro brasileiro.
Será o caso, nomeadamente, de 'A Casa dos Budas Ditosos', baseada no livro homónimo de João Ubaldo Ribeiro. Um monólogo que deu a Fernanda Torres o Prémio Shell de Melhor Actriz (2003).
A intérprete de Vani em 'Os Normais' pode até cruzar-se com a mãe. Nos dias 9 e 10 de Junho, no Auditório ESAP, Fernanda Montenegro será a protagonista de um debate em que a sua carreira estará em foco. "Contamos tê-la na abertura, para ler a Mensagem que dirige ao 27.º FITEI", estima António Reis.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)