Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

FERNANDO PESSOA DANÇADO NA FINLÂNDIA

Se Fernando Pessoa não fosse o mais conhecido dos poetas lusos no estrangeiro, seguramente que um bailado, num teatro finlandês, sobre o homem que nasceu no dia de S. António teria contornos de verdadeiro fenómeno.
19 de Junho de 2002 às 14:55
FERNANDO PESSOA DANÇADO NA FINLÂNDIA
FERNANDO PESSOA DANÇADO NA FINLÂNDIA
Porém, para o bailarino e coreógrafo Jorma Uotinen, que levou 20 anos a estudar a vida e obra do autor da "Mensagem", a peça intitulada "O Homem que Nunca Foi", surgiu de um modo perfeitamente normal, num festival - o de Kuopio - que ele próprio dirige ao lado de Anna Pitkänen.

Estreada em Outubro de 1998, a obra que combina movimento, música e imagens, teve como suporte o filme com o título homónimo, premiado na Holanda e Itália, respectivamente em '97 e '98.

Em frente a uma secretária, Uotinen começa por colocar os óculos, o casaco e, por fim, o emblemático chapéu para, logo a seguir, declamar em suomi (finlandês) excertos de poemas de Pessoa e de três dos seus heterónimos. Depois atira-se para o chão demonstrando uma atracção pelo desespero.

Tão perto e tão longe do canto lusitano, esta dança de "impossibilidades" vai competindo com imagens de Lisboa vista pelo cineasta norte-americano Joe Davidow.

Uma das mais conseguidas sequências mostra o bailarino atrás do ciclorama, tentando tocar as luzes dos candeeiros de Lisboa. Folhas de papel e relógios são imagens recorrentes numa peça que, no final, exibe caveiras e detalhes de santos roubados, numa alusão a um universo que contempla e persegue o abismo e a morte, tão presentes na poesia pessoana.

Iluminado com grande detalhe por Mikki Kunttu - um finlandês que já trabalhou com o Ballet Gulbenkian - "O Homem Que Nunca Foi" vive bastante da sobreposicão de imagens reais e virtuais, terminado com a figura do poeta caído de bruços como se o mundo literário e humano de Pessoa tivesse chegado a um beco sem saída.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)