Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Festeja-se a música pelo País

De norte a sul, espetáculos para vários gostos assinalam festa do dia mundial.
Ana Maria Ribeiro 1 de Outubro de 2017 às 01:30
Celebração do Dia Mundial da Música é pretexto para um mar de concertos
Celebração do Dia Mundial da Música é pretexto para um mar de concertos FOTO: GettyImages
Mesmo quem não perceba muito de música, já ouviu falar dos famosos Stradivarius, instrumentos de cordas construídos nos séculos XVII e XVIII pela família italiana Stradivari. Pois hoje, quando se assinala mais um Dia Mundial da Música, o português Filipe Quaresma vai tocar um destes instrumentos: o violoncelo Stradivarius Chevillard - Rei de Portugal, de 1725, classificado como tesouro nacional.

O espetáculo está marcado para as 18h00, no Museu da Música, em Lisboa, mas é apenas um dos muitos que, de norte a sul de Portugal, assinalam a efeméride. Se em Vila Nova de Famalicão estreia ‘Noah’, pela Companhia de Música Teatral (Grande Auditório da Casa das Artes, 17h00), no Funchal, a Orquestra Clássica da Madeira interpreta Elgar sob a batuta do maestro Maxime Tortelier (às 18h00). No Porto, a Casa da Música abre as suas portas gratuitamente a quem queira ouvir vários concertos programados ao longo do dia, com destaque para as atuações da Orquestra Som da Rua, uma banda formada por sem-abrigo, e que tem concertos marcadas para as 11h00 e para as 15h00.

Em Lisboa, o público do Centro Cultural de Belém vai ouvir, às 17h00, a obra ‘Angélica, Serenata de 1778’, do compositor João de Sousa Carvalho.

PORMENORES
Celebra-se desde 1975
O Dia Mundial da Música foi instituído em 1975 pelo International Music Council, instituição fundada em 1949 pela UNESCO. O objetivo desta celebração é "promover a arte musical em todos os setores da sociedade", "divulgar a diversidade musical" e "aplicar os ideais da paz e da amizade entre as pessoas e a evolução das culturas".

Outros dias de festa
Desde 1982 que se assinala também, a 21 de junho (solstício de verão) – por iniciativa do ministro da Cultura francês, Jack Lang – o Dia Europeu da Música. A ideia é levar os músicos – e a música – para as ruas. Há dois anos, por exemplo, mais de 15 mil músicos europeus encheram as ruas das cidades e realizaram mais de mil concertos.
Ver comentários