Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Filme polémico passa no Estoril

O realizador italiano Bernardo Bertolucci entra hoje no quarto e último dia de homenagens do Festival de Cinema do Estoril, com a exibição, às 15h00, no Casino Estoril, do seu filme mais radical, complexo e polémico: ‘La Luna’ ( 1979).
17 de Novembro de 2008 às 00:30
Bertolucci rodou ‘La Luna’ em 1979.
Bertolucci rodou ‘La Luna’ em 1979. FOTO: direitos reservados

Quando, em 1972, Bertolucci realizou aquela que é hoje tida como a sua primeira obra-prima, ‘O Último Tango em Paris’, tudo indicava que essa seria a sua obra mais ousada e polémica. Cinco anos mais tarde, às cenas de sexo, o realizador acrescentava desespero sob a forma de incesto: mãe (Jill Clayburgh) e filho (Matthew Barry) unidos pela impotência. Ele, toxicodependente. Ela, incapaz de o ajudar, faz por resgatá-lo. A qualquer preço.

Ao contrário de ‘O Último Tango em Paris’, que lhe valeu duas nomeações para o Óscar de Melhor Realizador, ‘La Luna’ só lhe trouxe a consciência tranquila e a confirmação de realizador ousado.

Depois de assistir a ‘La Luna’ no Casino Estoril, algo completamente diferente, pelas 22h00, no Centro de Congressos, passa ‘Antes da Revolução’ (1962), filme que dá conta do compromisso político com o seu tempo.

Até ao final do festival, no dia 22, destaque ainda para o ciclo dedicado a Tim Burton, a iniciar amanhã.

PROGRAMA HOJE

CENTRO DE CONGRESSOS

The National Film School of Denmark: curtas-metragens. (14h30), entrada livre. Escola Superior de Teatro e Cinema: Curtas-Metragens (16h30). Famu: Curtas-Metragens (18h30), entrada livre. ‘Prima della Rivoluzione’ (22h00).

CASINO

‘La Luna’ (15h00)

‘Summer Book’ (Seyfi Teoman) em competição (17h30)

‘Shultes’ (Bakur Bakuradze), em competição (19h30)

‘Nuit de Chien’ (Werner Schroeder) Fora de competição (21h45).

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)