Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Fosso de fundição de sinos descoberto

Os serviços de arqueologia da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão descobriram restos arqueológicos que evidenciavam a presença de uma actividade artesanal relacionada com a fundição de um sino de bronze, nomeadamente um fosso de fundição, datado da segunda metade do século XVIII, no local onde está a ser construído o novo Centro Social e Paroquial de Requião, junto à igreja de S. Silvestre.
29 de Abril de 2010 às 13:21
Descoberta data da segunda metade do século XVIII
Descoberta data da segunda metade do século XVIII FOTO: DR

O achado arqueológico foi descoberto depois dos serviços municipais terem sido chamados ao local, onde numa primeira fase surgiu um conjunto de muros, que suscitaram a hipótese da existência de um primitivo mosteiro, anexo à igreja.

"A forma como se direccionaram os trabalhos levou também à descoberta inesperada de um fosso de fundição de sinos", conforme explica Felisbela Leite, responsável pelos serviços de arqueologia da autarquia, citada em comunicado divulgada esta quinta-feira.

De acordo com a responsável, "um fosso de fundição de sinos corresponde a uma técnica tradicional de fazer sinos, em que é realizada uma abertura no solo, estruturada interiormente, na qual era colocado um molde, que depois de preenchido por bronze, fundido a altas temperaturas, dava origem a um sino".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)