Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Funeral de Manuel António Pina é no domingo

O funeral do poeta Manuel António Pina, que morreu na sexta-feira aos 68 anos, vítima de doença prolongada, é neste domingo.
20 de Outubro de 2012 às 12:07
Internado há cerca de três meses no Hospital de Santo António, no Porto, Manuel António Pina não resistiu ao avançar da doença, deixando o meio literário em choque
Internado há cerca de três meses no Hospital de Santo António, no Porto, Manuel António Pina não resistiu ao avançar da doença, deixando o meio literário em choque FOTO: EPA

Antes, neste sábado, o corpo do escritor está, a partir das 16h00, na Capela Mortuária da Igreja de Nossa Senhora da Boavista, no Porto.

A missa é celebrada este domingo pelo Bispo das Forças Armadas, D. Januário Torgal Ferreira, às 09h30, na mesma igreja, seguindo o funeral para o Cemitério do Prado do Repouso.

Internado há cerca de três meses no Hospital de Santo António, no Porto, Manuel António Pina não resistiu ao avançar da doença, deixando o meio literário em choque. Criador de obras como ‘Os Piratas' (1986), ‘A Noite' (2001), ‘Os Papéis de K.' (2003) ou ‘Queres Bordalo?' (2005), aliava a delicadeza e profundidade dos versos, com o sentido de humor e o gosto pela comunicação nas suas crónicas, bem como um certo prazer pelo absurdo na passagem pela literatura juvenil - foi, aliás, neste registo que se estreou na literatura, em 1973, com ‘O País das Pessoas de Pernas para o Ar'.

manuel antónio pina escritor poeta óbito porto funeral
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)