Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Gabriel García Márquez já não conhece os amigos

O estado de saúde de Gabriel García Márquez está a preocupar os amigos mais próximos, a quem o escritor colombiano, de 85 anos, já não reconhece. Na última entrevista que o autor de ‘Cem Anos de Solidão’ deu e que foi publicada no site Kien&ke, o entrevistador, e amigo pessoal de Márquez, Plinio Apuleyo, confirma aquilo que já se suspeitava: ‘Gabo’, nome pelo qual é conhecido intimamente, recorre frequentemente a perguntas tipo para disfarçar que já não sabe com que está a falar.
9 de Junho de 2012 às 17:24
Gabriel García Márquez fotografado em 1999, quando ainda tinha saúde. Dez anos depois, em 2009, anunciou que não voltaria a escrever
Gabriel García Márquez fotografado em 1999, quando ainda tinha saúde. Dez anos depois, em 2009, anunciou que não voltaria a escrever FOTO: D.R.

O Nobel colombiano, cuja memória começou a falhar há cinco anos, desistiu do projecto de escrever uma trilogia de memórias depois terminar o primeiro volume – ‘Viver para Contá-la’ – e de ter perdido um dos seus irmãos. 

Responsável por criar o realismo mágico na literatura latino-americana, Gabriel García Márquez recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 1982 pelo conjunto da sua obra. Entre os seus livros mais famosos, destaque para ‘Ninguém Escreve ao Coronel’ ou ‘O Outono do Patriarca’.

O seu diagnóstico, embora não confirmado oficialmente, é muito provavelmente a demência senil, que se caracteriza pelo declínio da memória, alterações de comportamento e dificuldade para realizar as mais simples tarefas – como alimentar-se ou vestir-se.

Cultura Literatura Gabriel García Márquez demência senil doença 'Cem Anos de Solidão'
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)