Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

GREGORY HINES MORRE AOS 57

Gregory Hines, actor, realizador, produtor e, sobretudo, um dos maiores bailarinos de sapateado americano do séc. XX, morreu sábado, em Los Angeles, vítima de cancro.
11 de Agosto de 2003 às 00:00
Gregory Hines num dos episódios da série televisiva Will e Grace
Gregory Hines num dos episódios da série televisiva Will e Grace
Vencedor de um prémio Tony (o equivalente teatral do Óscar) em 1993 pelo musical "Jelly's Last Jam", Gregory Hines começou no teatro, na Broadway concretamente, mas foi no cinema que se tornou conhecido.
Depois de "Cotton Club" - o clássico de Francis Ford Coppola com Richard Gere e Diane Lane datado de 1984 -, Hines saltou para a ribalta internacional ao contracenar com um dos maiores bailarinos de sempre, Mikhail Baryshnikov, em "O Sol da Meia-Noite".
Mas a carreira de Hines não se limitou ao teatro e ao cinema nem à actuação. Fez bastante televisão, quer em nome próprio quer como actor convidado ("Lei e Ordem" e "Will & Grace", ambas exibidas em Portugal), foi produtor e realizador.
Gregory Oliver Hines nasceu a 14 de Fevereiro de 1946, em Nova Iorque. Costumava dizer que foi a mãe que o empurrou, e ao irmão mais velho, Maurice, para o sapateado, porque queria sair do "gueto" onde vivia. E Gregory tinha 5 anos quando começou a actuar ao vivo com o irmão, em 1974 foram convidados para um musical na Broadway. Como actor estreou-se na televisão e no cinema em 1981.
"Não me lembro de não dançar", declarou em 2001 numa entrevista à agência Associated Press. "Compreendi que podia dançar quando percebi que estava vivo, tinha aqueles pais e podia andar e falar".
EM PORTUGAL
Em 1984, a equipa dirigida pelo realizador Taylor Hackford assentou arraiais em Lisboa para as filmagens de “O Sol da Meia-Noite” sobre um bailarino soviético que quer exilar-se no Ocidente. A razão era o Teatro de São Carlos que no filme, e graças ao palco, se fazia passar pelo Teatro Kirov, de São Petersburgo.
E foi assim que Hines e Baryshnikov passaram cerca de uma semana na capital portuguesa. Uma estada que levou a dupla a passar grande parte do seu tempo em ensaios nas instalações da Companhia Nacional de Bailado – no Estúdio 2 –, na Rua Vítor Cordon.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)