Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Hip-hop português de qualidade superior

Com base em Leça da Palmeira, os Expensive Soul têm protagonizado uma carreira singular e um dos mais fortes e dedicados cultos na cena musical portuguesa.
Na base do projecto estão os músicos Demo (Mc) e New Max (cantor/produtor). Como em tantas outras aventuras bem sucedidas, o início de actividades da banda remonta aos tempos de liceu.
28 de Março de 2005 às 00:00
Max já produzia “umas cenas”, conhecia o Conservatório desde os 9 anos e na família a música corre nas veias. Demo, por seu lado, descobria então o ‘bichinho” da música e escrevia e rimava com facilidade.
Entre ‘baldas’ às aulas e as brincadeiras, a dupla concorreu a um concurso da Antena 3... e ganhou. Era o que precisavam para seguir em frente.
Após a prova de fogo da estrada, nomeadamente com Kika Santos, os Expensive Soul estreiam-se em disco em 2003, com o single interactivo ‘Falas Disso’, ‘O Tempo Passa’, ‘Quando Dizes Hoo’.
Com um natural talento para destilar diferentes linguagens, os Expensive Soul lançam o primeiro álbum em 2004. ‘B.I.’, assim se chama, é produzido, gravado, misturado e masterizado no estúdio de New Max, pelo próprio músico.
Um ano depois, ‘B.I.’ é a prova cabal de que o tempo não corrói o talento. Numa oportuna reedição - com uma remistura e a participação de Virgul (Da Weasel) em ‘Hoo Girl’ -, ‘B.I.’ é a impressão digital deste duo que parece mais apostado em fazer (boa) música do que em debitar e colar rimas.
Ainda que subordinadas a uma matriz hip-hop, as 15 canções que integram o disco denunciam um estudo e assimilação de outras músicas. Interpretado em bom português (oiça-se, por exemplo, ‘As Minhas Palavras’), ‘B.I.’ cheira a soul, R & B, funk, reggae... é ‘groove’ à flor da pele.
As preferências dividem-se, naturalmente, mas canções como ‘Quando Dizes Ho’, ‘Hoo Girl’, ‘O Tempo Passa’ (belo coro), ‘O Show Não Vai Parar’ e ‘Salta, Salta’ provam que o hip-hop dos Expensive Soul é de qualidade superior, produto de excelência. Depois, diferenciam-se ainda pelo facto de fazerem questão de se apresentarem ao vivo com banda e instrumentos tradicionais. O que não deixa de conferir um carácter orgânico, que se saúda com agrado redobrado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)