Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Homem em chamas na Venezuela protagoniza foto do ano do World Press Photo

Manifestante em protesto político e social inspirou fotógrafo Ronaldo Schemidt.
12 de Abril de 2018 às 22:37
Vencedor do World Press Photo 2018
Boko Haram Strapped Suicide Bombs
Ivor Prickett/Getty Images
Ami Vitale/Getty Images
Patrick Brown/Getty Images
Thomas P. Peschak/Getty Images
Toby Melville/Getty Images
Giulio Di Sturco/Getty Images
Magnus Wennman/Getty Images
Roger Turesson/Getty Images
Thomas P. Peschak/Getty Images
Ivor Prickett/Getty Images
Neil Aldridge/Getty Images
Richard Tsong-Taatarii/Getty Images
Car Attack
Vencedor do World Press Photo 2018
Boko Haram Strapped Suicide Bombs
Ivor Prickett/Getty Images
Ami Vitale/Getty Images
Patrick Brown/Getty Images
Thomas P. Peschak/Getty Images
Toby Melville/Getty Images
Giulio Di Sturco/Getty Images
Magnus Wennman/Getty Images
Roger Turesson/Getty Images
Thomas P. Peschak/Getty Images
Ivor Prickett/Getty Images
Neil Aldridge/Getty Images
Richard Tsong-Taatarii/Getty Images
Car Attack
Vencedor do World Press Photo 2018
Boko Haram Strapped Suicide Bombs
Ivor Prickett/Getty Images
Ami Vitale/Getty Images
Patrick Brown/Getty Images
Thomas P. Peschak/Getty Images
Toby Melville/Getty Images
Giulio Di Sturco/Getty Images
Magnus Wennman/Getty Images
Roger Turesson/Getty Images
Thomas P. Peschak/Getty Images
Ivor Prickett/Getty Images
Neil Aldridge/Getty Images
Richard Tsong-Taatarii/Getty Images
Car Attack

O fotógrafo venezuelano Ronaldo Schemidt venceu o prémio de Foto do Ano da World Press Photo com a imagem de um homem a arder, durante confrontos com a polícia em Caracas, intitulada "Crise da Venezuela".

O homem na fotografia, José Víctor Salazar Balza, de 28 anos, foi incendiado pelo depósito de uma motorizada que explodiu durante violentos confrontos com a polícia antimotim durante uma manifestação contra o Presidente, Nicolás Maduro, na capital, e sobreviveu ao incidente com queimaduras de primeiro e segundo graus, indicou a World Press Photo em comunicado.

A imagem captada em maio do ano passado por Schemidt, fotojornalista nascido em 1971, que trabalha para a agência de notícias francesa AFP no México, venceu também o primeiro prémio na categoria 'Spot News Single'.

Na cerimónia de anúncio dos prémios da 61.ª edição do concurso anual World Press Photo, realizada na quinta-feira à noite em Amesterdão, a presidente do júri, Maddalena Herrera, diretora de fotografia da Geo France, descreveu a imagem vencedora como "uma foto clássica, mas que tem uma energia e dinâmica instantâneas".

"As cores, o movimento -- e está muito bem composta, tem força. Provocou em mim uma emoção instantânea", afirmou.

World Press Photo Ronaldo Schemidt Venezuela artes cultura e entretenimento fotografia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)