Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Honra-nos muito competir com outros forcados

Fundado em 1939 por ilustres montemorenses, entre os quais Simão Malta, seu primeiro cabo, o grupo de forcados de Montemor tem sido importante referência no meio tauromáquico. E foi o que mais actuou na temporada de 2006.
21 de Janeiro de 2007 às 00:00
Honra-nos muito competir com outros forcados
Honra-nos muito competir com outros forcados FOTO: Francisco Romeiras
Correio da Manhã – O que sente o cabo do grupo que mais actuou (27 vezes) em 2006?
Rodrigo Corrêa de Sá – O nosso objectivo são sempre cerca de 25 presenças por temporada. Não almejamos o 1.º lugar, mas sim o estarmos presentes nas corridas e nas feiras mais importantes. Foi o que aconteceu na última temporada, com especial destaque para as actuações no renovado Campo Pequeno.
– A que se deve a notável regularidade do grupo?
– Aos 67 anos de história que dá a cada um muita responsabilidade e orgulho em envergar a jaqueta de ramagens.
– O rejuvenescimento do grupo tem sido criterioso. Qual o segredo?
– O grupo tem a sua ‘escola’ com as categorias infantis, juvenis e benjamins que cedo se habituam a acompanhar, com o maior interesse, os companheiros mais velhos. Resulta daqui um viveiro de forcados, sendo depois aproveitados os que reunam, simulta-neamente, recursos técnicos e pessoais.
– Como antevê a vossa próxima temporada?
– Procuraremos actuar dentro das tais 25 corridas, com o grupo a integrar algumas caras novas, e tudo faremos para estar presentes nas mais importantes, tanto mais que se anunciam espectáculos televisionadas na nova praça de Évora, no renovado Campo Pequeno e em outras.
– O grupo de Santarém é o vosso rival mais sério?
– De facto, indentificamo-nos mais com ele, como consequência da própria história dos dois grupos, o que levou à criação da disputa da ‘barra de ouro’, que torna mais emotivos os despiques. No entanto, honra-nos muito competir com outros grupos.
– Para quando a sua despedida das arenas, que até já esteve anunciada?
– Ainda não sei. Não foi em 2004 e, agora, terei de aguardar que se encontre quem esteja à altura de ser cabo do grupo. Talvez não venha longe o fim da minha carreira...
PERFIL
Nome: Rodrigo Vacas de Carvalho Corrêa de Sá
Naturalidade: 6 de Maio de 1975, em Évora
Apresentação: 15 de Julho de 1989, em S. Cristóvão. É cabo desde 7 de Setembro de 1997, em Montemor
Profissão: Piloto comercial de helicópteros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)