Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Humanos nos Coliseus

Os Humanos, projecto formado por Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves (Clã), Camané, David Fonseca, Nuno Rafael, Sérgio Nascimento e João Cardoso (ex-Despe & Siga e actuais músicos de Sérgio Godinho), vão apresentar-se ao vivo em três concertos nos Coliseus de Lisboa (28 e 29 de Junho) e Porto (4 de Julho).
3 de Maio de 2005 às 00:00
Para ouvir estará o álbum homónimo (‘Humanos’) que o grupo lançou no final do ano passado e que trouxe para a luz do dia alguns temas originais que António Variações nunca havia gravado, entre os quais, ‘Muda de Vida’ (o primeiro single), ‘A Teia’, ‘Quero é Viver’, ‘Amor de Conversa’, ‘Gelado de Verão’ e ‘Adeus Que Me Vou Embora’.
A concepção dos espectáculos ainda está no segredo dos deuses e, apesar de, neste caso, os deuses até serem humanos, David Fonseca revela que só para a semana o grupo começará a pensar na fórmula certa para passar o disco para o palco. “Seja o que for que viermos a fazer acho que vai ser uma surpresa tanto para o público como para nós”, disse ao CM o ex-Silence 4.
“Para já, sabemos algumas coisas que não queremos fazer. Não gostaríamos, por exemplo, que este se transformasse num concerto de homenagem ao António Variações, porque o disco também não foi feito com esse objectivo”, acrescentou, por seu turno, Hélder Gonçalves, dos Clã, revelando ainda que os concertos serão gravados (em audio e imagem) para posterior edição.
Em gravações esteve também o videoclip de ‘Maria Albertina’ – o segundo single –, ontem no Chiado (ver caixa), com David Fonseca e Hélder Gonçalves a mostraram-se agradados com o sucesso que o projecto teve, mas negaram que o facto os tenha surpreendido.
“Assim que acabámos a gravação do disco, ficámos com a imediata percepção de que tínhamos na mão uma coisa muito importante e um disco muito abrangente, que podia ser um sucesso tanto popular como intelectual. Eu cheguei a dizer à editora que dificilmente o disco não seria um sucesso”, confessou o guitarrista dos Clã, para quem os espectáculos de Lisboa e do Porto até poderão vir a incluir outros temas desconhecidos de Variações não registados no disco.
Para já uma coisa é certa: os Humanos são hoje um dos projectos mais originais da música portuguesa. “É engraçado porque conseguimos uma coerência de grupo que nem estávamos à espera. Daí a existência destes concertos. A coisa não podia morrer no disco”, rematou.
BARBA E CABELO
Realizado por António Ferreira, o videoclip de ‘Maria Albertina’ é uma paródia em torno de uma ‘dondoca’ (Manuela Azevedo) que anda sempre com um cão ao colo chamado Pipi e que um dia decide ir ao cabeleireiro (David Fonseca é Zeca Bello e até ganhou pelos no peito). O resto são peripécias hilariantes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)