Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Inédito de Sophia chega terça-feira às livrarias

O conto 'Os Ciganos', inédito inacabado de Sophia de Mello Breyner Andresen, é "uma história de liberdade e de compreensão daquele que é diferente", disse Pedro Sousa Tavares, neto da escritora a quem coube a tarefa de o terminar. O conto, editado pela Porto Editora, com ilustrações Danuta Wojciechowska, é apresentado terça-feira às 19h00 pela escritora Hélia Correia, na Livraria Bertrand-Chiado, em Lisboa.
14 de Outubro de 2012 às 15:22
Sophia deixou um conto inacabado e a história é agora finalizada pelo seu neto, Pedro Sousa Tavares
Sophia deixou um conto inacabado e a história é agora finalizada pelo seu neto, Pedro Sousa Tavares FOTO: Lusa

A primeira edição de três mil exemplares, segundo fonte da editora, "deverá esgotar rapidamente, a avaliar pelos pedidos feitos que ultrapassam em dois terços esta cifra".

A edição identifica a azul a primeira parte do conto, da autoria de Sophia de Mello Breyner Andresen e preto a escrita pelo neto.

O jornalista Pedro Sousa Tavares estreia-se literariamente ao ter aceite a proposta da tia, a poetisa Maria Andresen de Sousa Tavares, para terminar o conto que em 2009 foi encontrado no espólio da poetisa.

Sousa Tavares levou cerca de oito meses a escrever e a encontrar um final que não desvirtuasse o início da história idealizada pela avó, para tal "muito contribuiu" o nascimento do segundo filho do jornalista.

"Como fiquei em casa e tirei férias, aproveitei para começar a ordenar ideias", disse.

A 'ponte' entre a narrativa de Sophia e a de Pedro Sousa Tavares "é um gato" que acidentalmente surgiu à janela do jornalista sempre que este se colocava ao computador. Gato a quem o autor chamou 'Polícia'.

A justificação do baptismo é dada por uma das personagens do conto, 'Gela': "Ele [o gato] entra pelas nossas carroças sem pedir licença e deixa tudo desarrumado. Por isso ficou com esse nome".

Em declarações à Lusa, Sousa Tavares afirmou: "Escrevi à minha maneira o final daquele livro", referindo em seguida "a forma muito característica de escrever de Sophia, que tinha uma escrita na sua essência".

"Tentar imitá-la era fazer uma caricatura. Procurei seguir algumas coisas, como o 'respeito pelas palavras' que Sophia tinha, e utilizá-las só pelo sentido de que deviam estar lá e não por questões estéticas", referiu.

Para Pedro Sousa Tavares, Sophia fez "um retrato dos ciganos nos anos 1960, mas remete para a imagem dos ciganos que correspondia aos da sua juventude, em que havia os circos de ciganos que hoje não sabemos exactamente o que são".

Cultura Literatura Pedro Sousa Tavares Sophia de Mello Breyner 'Os Ciganos'
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)