Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Inês Pedrosa recusa regras do Acordo Ortográfico

"Um acordo em desacordo" foi como Inês Pedrosa classificou o Acordo Ortográfico (AC), em entrevista publicada na edição de domingo do diário brasileiro ‘Folha de São Paulo’. A escritora e directora da Casa Fernando Pessoa afirmou, categoricamente, que não irá adoptar as novas regras e disse acreditar que "a reforma ortográfica ainda irá causar muita confusão".
8 de Janeiro de 2009 às 00:30
Directora da Casa Pessoa  não cede
Directora da Casa Pessoa não cede FOTO: Pedro Catarino

Inês Pedrosa não é a única a recusar a normalização da escrita. Antes dela, já José Saramago afirmara que deixaria esse trabalho para os revisores dos seus livros.

A polémica voltou depois de, no passado dia 1, o AC entrar em vigor no Brasil e de, na noite de terça-feira, o ministro da Cultura, Pinto Ribeiro, revelar estarem em curso "negociações com Cabo Verde e São Tomé e Príncipe" para o fazer aplicar nos três países.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)