Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

INQUÉRITO PROVOCA DEMISSÃO

O director da Área Funcional de Comercialização da Parque Expo demitiu-se na sequência de um inquérito interno efectuado pela administração, após notícias sobre a alegada colocação à venda do Pavilhão de Portugal, divulgou ontem a empresa em comunicado.
21 de Julho de 2004 às 00:00
“As averiguações internas levadas a efeito concluem pela inexistência de qualquer orientação ou instrução do Conselho de Administração ou de alguns dos seus membros no sentido da venda do Pavilhão de Portugal”, refere, no comunicado, José Bracinha Vieira, presidente da instituição.
No entanto, a investigação concluiu “que os Serviços de Área Funcional e de Comercialização da Parque Expo mantiveram, em duas ocasiões, contactos não autorizados com a mediadora referida (Atis Real- -Fenalu), relativos à venda do Pavilhão de Portugal”, acrescenta o presidente do Conselho de Administração da Parque Expo.
O mesmo responsável refere que os factos apurados “estiveram na origem de um grave mal-entendido, susceptível de pôr em causa a imagem da empresa” e acrescenta que, apesar de se tratar “de uma situação decorrente de uma deficiência de comunicação de natureza pontual, o director da Área Funcional e de Comercialização decidiu apresentar a sua demissão”.
No comunicado, o presidente da administração da Parque Expo reafirma “a sua posição de sempre de não colocar o Pavilhão de Portugal à venda no mercado livre”, manifestando a “determinação no sentido de encontrar um utilizador para o Pavilhão de Portugal que seja compatível com as características únicas” do edifício idealizado pelo arquitecto Siza Vieira e um dos ‘ex-libris’ do Parque das Nações.
À VENDA POR 22 MILHÕES
A polémica iniciou-se no passado dia 14, dia em que o jornal ‘A Capital’, noticiou que a mediadora imobiliária Atis Real-Fenalu incluira o Pavilhão de Portugal no seu catálogo de promoção de edifícios para venda, com um valor de 22 milhões de euros.
De acordo com o jornal lisboeta, também a consultora Aguirre Newman estaria há dois anos a tentar vender o mesmo espaço, notícia que foi desmentida pelo director-geral da empresa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)