Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

JACKSON MANTEVE CRIANÇA EM CATIVEIRO

À medida que o tempo passa as acusações que recaem sobre Michael Jackson tornam-se cada vez mais graves.
29 de Julho de 2004 às 00:00
Desta feita, o promotor Gordon Auchincloss, veio a público afirmar que o cantor manteve uma criança e a sua família em cativeiro no seu rancho de Neverland, tendo-os obrigado a gravar um vídeo que o ilibava de todas as acusações de abuso sexual de menores. E, como se não bastasse, o procurador afirmou ainda que a fazenda do cantor em Santa Bárbara, Neverland, foi especificamente desenhada para atrair e seduzir crianças.
As declarações do promotor aconteceram durante uma audiência convocada pelos advogados de defesa de cantor, liderados pelo advogado Thomas Mesereau, que já considerou as novas acusações ridículas e divertidas.
“A ideia de que Jackson aprisionou um garoto e a sua família e que os obrigou a voar para a Flórida” só pode provocar risos nas pessoas. Adiantando que tudo faz parte de uma cabala para abater uma celebridade, Mesereau já pediu, inclusive, que as novas acusações fossem anuladas do processo.
Entretanto, o colectivo de juízes que está a analisar o caso, aceitou ontem o pedido de adiamento do julgamento solicitado por parte dos advogados de defesa. A nova data foi fixada para 31 de Janeiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)