Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Jaime Gama e Luís Amado na corrida

A sucessão de Rui Vilar na presidência da Fundação Calouste Gulbenkian promete continuar a dar que falar.
9 de Outubro de 2011 às 01:00
Gama é o nome falado do PS
Gama é o nome falado do PS FOTO: Mariline Alves

Depois de fonte da empresa ter negado ao CM a continuação do actual presidente, como chairman, após o término do seu mandato (Maio de 2012), nomes socialistas como os de Jaime Gama, Luís Amado e Guilherme Oliveira Martins, actual presidente do Tribunal de Contas, são agora apontados como possíveis sucessores na liderança, de acordo com o semanário ‘Expresso’.

O cenário mais provável é, contudo, que um dos actuais administradores – Diogo de Lucena, Teresa Patrício Gouveia, Isabel Mota, Artur Santos Silva ou Eduardo Marçal Grilo – ascenda ao cargo máximo. Essa é a tradição da Gulbenkian, que nunca, em 56 anos de existência, escolheu para líder alguém exterior à administração.

 

JAIME GAMA JORGE AMADO GULBENKIAN
Ver comentários