Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Jazz e fado juntos esta noite em Olhão

Jazz e fado juntam-se esta noite num espectáculo na Sociedade Recreativa Progresso Olhanense, fechando com chave de ouro o primeiro dia das comemorações dos 200 anos de ‘Olhão da Restauração’, as quais evocam o levantamento popular em Quelfes e Olhão que deu o mote para a luta que levou à expulsão dos invasores franceses de Portugal, em 1808.
5 de Janeiro de 2008 às 00:00
O Hugo Alves Quarteto e Mais sobe ao palco pelas 23h00, para um concerto ecléctico, com o trompetista – considerado um dos mais importantes no actual panorama jazzístico nacional – e restantes músicos a interpretarem temas que podem ir do jazz-rock ou latin-jazz até ao hard-bop.
Antes, contudo, actua o Projecto Fad’Nu, de Ana Fonseca (voz) e José Alegre (guitarra portuguesa). Recentemente criado, o duo tem o fado como ponto de partida, “para chegar não se sabe bem onde”. Com uma abordagem fresca e “despida” ao fado, tem como influências “trovadores da língua portuguesa e músicos de todos os tempos”.
A animação na cidade começa, no entanto, pelas 09h00, com o caíque ‘Bom Sucesso’ a fazer passeios até à barra, abertos à população. Seguem-se arruadas pela Banda Filarmónica 1.º de Dezembro, nas ruas da cidade e actuação de várias Charolas, no Coreto.
A partir das 15h00, em dois palcos montados no Jardim Pescador Olhanense actuam, até ao pôr-do-sol, o Quarteto À La Capella Jazz, Campónios Band (grupo de metais), Ludo (pop-rock), Rockestra, Aldabranda (música árabe) e ranchos folclóricos da Ria Formosa.
No mesmo espaço, a Tenda Infantil apresentará teatro de fantoches, coros e actividades de expressão plástica. Paralelamente, um pouco por toda a cidade, actuarão declamadores, mimos, palhaços e homens com andas. Haverá ainda uma peça de teatro de rua.
Os espectáculos são gratuitos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)