Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

KORN: UMA PODEROSA MAGIA

Devoção, ferocidade e um aparato cénico impressionante marcaram a estreia mundial de "Untouchables", o novo álbum dos pioneiros do nu-metal, Korn, que decorreu na passada semana, em Nova Iorque.
19 de Junho de 2002 às 14:47
No ar, ficou a prova de que os Korn continuam intocáveis, reinventando-se álbum após álbum, sem nunca perderem a agressividade cortante e o poder decibélico que sempre os caracterizou. Em Nova Iorque, porém, a banda aliou ao som poderoso toda uma parafernália de luzes, vídeo e jogos cénicos, que fizeram deste um espectáculo ímpar e mágico.

Antes de arrebatarem o palco, os Korn serviram como "aperitivo" um vídeo, que revelou um mundo quase desconhecido e misterioso para a maior parte dos fãs; o universo dos bastidores, que serviu também para aguçar a expectativa e tornar os ânimos ainda mais tensos.

Quando finalmente deram arranque ao espectáculo - logo com o primeiro single, "Here to Stay" -, surgindo num original palco circundado por uma esponja gigante que lhe conferia o formato de uma televisão, o delírio e a histeria tomaram literalmente conta do público, maioritariamente constituído por adolescentes.

Mas, para além da sugerida "televisão", também um enorme ecrã ocupou todo o fundo do palco, exibindo violentas imagens de perseguições e confrontos policiais, extractos de vídeos do grupo ou, num tom mais psicadélico, sequências de luz e cor hipnóticas, num conjunto visual de intensidade extrema.

Curiosamente, apesar de se tratar da inauguração do novo trabalho de estúdio, a banda de Jonathan Davis tocou apenas mais três temas novos: "Embrace", "Blame" e "Thoughtless", a revelar um trilho sonoro que surpreendeu pela maior carga electrónica e melódica do que é habitual.

Deste modo, para gaúdio dos jovens fãs, o concerto privilegiou os antigos êxitos e as interpretações poderosas e exemplares de temas como "Twist", "A.D.I.D.A.S", "Blind", "Falling Away From Me", "Freak on a Leash", "Somebody, Someone", "Shoots And Ladders" ou "Got The Life". Uma sequência intensa que fez esquecer a brevidade da prestação.

Festa antecipada

A festa, contudo, começou muito antes do espectáculo e ainda fora do recinto. No exterior do Hammerstein Ballroom, uma passadeira vermelha esperava os muitos Vip's que marcaram presença no evento, entre os quais se contavam o mágico David Copperfield (que segundo os rumores está a preparar um número especial de ilusionismo com os elementos dos Korn), os músicos Dave Draiman e Dan Donegan (Disturbed) ou o ex-líder dos Biohazard, Evan Seinfield.

Ainda antes do concerto arrancar, os fãs e os muitos milhares que assistiam à apresentação por transmissão tiveram a oportunidade de ver um vídeo que mostrou as várias etapas de realização do novo álbum. A escolha do produtor, os ensaios, a gravação da primeira demo e as discussões da banda passaram num ecrã gigante perante uma audiência curiosa e surpreendida, criando um raro clima de proximidade e interactiviade com os fãs.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)