Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Lagarto não cumpriu missão

A ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, disse ontem no Parlamento que a demissão da direcção do Teatro Nacional D. Maria II (TNDM) se deveu ao incumprimento da missão de serviço público.
13 de Janeiro de 2006 às 00:00
Isabel Pires de Lima
Isabel Pires de Lima FOTO: Manuel de Almeida, Lusa
Na sequência de um requerimento do Grupo Parlamentar do PSD, a ministra foi ouvida pelos deputados da Comissão Parlamentar de Educação, Ciência e Cultura.
Na reunião, que durou três horas, os deputados acusaram a ministra de ter demitido António Lagarto por motivos políticos, ao que Isabel Pires de Lima respondeu que aquele teatro “já não cumpria a sua missão de serviço público” e tinha “indicadores preocupantes quanto ao número de espectáculos e ocupação de salas”.
Disse, ainda, que “as receitas do TNDM em 2005 não pagaram os ordenados dos administradores”, precisando que o vencimento de Lagarto (director artístico e presidente do conselho de administração) se situa nos seis mil euros por mês, com automóvel. Hoje, na Assembleia Geral do TNDM, deverá ser aprovada a sua substituição por Carlos Fragateiro.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)