Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Liberdade, distracção ou atentado

Responsabilidade não é coisa vã. Em liberdade, não se pode usar a expressão e os media sem cuidado. Para se ser livre, não se poderá ‘prender’ a liberdade de o ser, e tão pouco a verdade pode ser ‘presa’ pela liberdade de quem mente…
5 de Dezembro de 2012 às 01:00
Liberdade, distracção ou atentado
Liberdade, distracção ou atentado

Distracção? Ignorância? Servilismo? Seja como for, a mentira pode ser atentado! O toureio a pé, às vezes, está na berlinda de uns quantos ‘iluminados’ que proferem comentários de "bradar aos céus" e profecias falaciosas.

Ignorar actuações de matadores e novilheiros, lusos e espanhóis, nas nossas praças, para logo se concluir que o toureio a pé em Portugal está moribundo, é pouco abonatório para quem o escreve, fazendo pensar que são ondas mesquinhas de quem mendiga convites ou viagens de autocarro (se a praça for longe) para ver e comentar essa arte.

Quero crer que só por distracção se não viu mais faenas portuguesas (boas) em Lisboa, Moita, Nazaré e Vila Franca de Xira, sendo que, aqui, há alguém que deve ter saído antes do último toiro!

Ver comentários