Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

LÍDER DOS U2 APELA À LUTA POR ÁFRICA

O vocalista do grupo irlandês U2, Bono Vox, continua empenhado na faceta de activista político, que voltou a demonstrar anteontem na cidade norte-americana de Filadélfia.
19 de Maio de 2004 às 00:00
Bono foi nomeado Doutor Honoris Causa
Bono foi nomeado Doutor Honoris Causa FOTO: Tim Shaffer/Reuters
A discursar para os recém-licenciados da Universidade da Pensilvânia - onde foi presenteado com o grau Honoris Causa pelo trabalho que desenvolve em prol de África-, o cantor começou por declarar que os países desenvolvidos possuem o poder financeiro e tecnológico para diminuir as condições que levam à morte, por dia e só em África, de sete mil pessoas, devido a doenças que podem ser prevenidas.
Lutar contra a pobreza, a sida e a dívida externa dos países africanos "é mais barato do que lutar contra os novos recrutas dos grupos terroristas". "Agora, os vossos bolsos estão cheios e têm de pensar em como vão gastar o dinheiro. E vai sair-vos caro se viverem à medida dos vossos ideiais e da vossa educação", referiu o músico.
No dia em que também se cumpria o 50.º aniversário do caso que oficialmente colocou um ponto final na segregação escolar nos Estados Unidos, o vocalista aproveitou fazer um paralelismo entre a escravatura e a segregação racial e a falha das nações ricas na ajuda à resolução dos problemas africanos. "Pela primeira vez na História temos o dinheiro suficiente e os conhecimentos tecnológicos para resolver os problemas" do continente africano, disse, antes de perguntar: "Mas será que temos a vontade?".
Desde há anos que Bono vem aproveitando a sua condição de estrela do rock no alerta para as condições de vida em África, tendo, nomeadamente, apoiado eventos como o Live Aid, em 1985, e o concerto contra a sida ( '46664'), em 2003, na África do Sul, e apelando aos líderes mundiais para que apoiem esforços humanitários. Uma postura que o levou a ser capa da revista 'Time' e à nomeação para o Nobel da Paz.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)