Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

LIVRO DE CATARINA VOLTOU ONTEM ÀS LOJAS

A quarta e quinta edição do livro “Ferida de Amor– Um Casamento de Sonho, Uma Vida de Pesadelo”, onde Catarina Fortunato de Almeida relata a relação conturbada e recheada de violência ao lado do médico José Maria Tallon está desde ontem nas bancas, levantada que a foi a providência cautelar sobre a sua publicação, distribuição e divulgação.
7 de Fevereiro de 2003 às 00:00
Estas duas novas edições, de cerca de oito mil exemplares, estão desde ontem de novo à venda em todo o País, depois de cerca de dois meses de embargo decretados por um juiz na sequência de uma queixa de José Maria Tallon.

O médico alegou que o conteúdo da obra colocava em causa o seu bom nome e denegria a sua imagem, mas após o Ministério Público ter deferido acusação conta o médico por agressões e ameaças contra a sua mulher, o que lhe pode valer até seis anos de prisão, o juiz deste processo cível, que corria paralelamente ao criminal, decidiu levantar a providência cautelar sobre o livro.

A Bertrand avançou então para novas edições de uma obra que apesar de ter estado nas bancas pouco mais de uma semana – nunca chegou sequer a ter apresentação oficial, ficando, recorde-se, os convidados à porta do Palácio Foz devido à providência cautelar – antes de ser embargada esgotou as três primeiras edições, num total de 15 mil exemplares.

Catarina Fortunato de Almeida inicia na próxima semana várias sessões de autógrafos em Lisboa (terça-feira na Bertrand Chiado, quarta na Bertrand das Amoreiars, no fim-de-semana no Colombo e no hipermercado Continente).

Recorde-se que uma percentagem do preço de capa reverte a favor da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)