Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

MADONNA DE VISITA A ISRAEL

Após os dois espectáculos em Portugal, Madonna viajou rumo à Terra Santa, para assinalar o Novo Ano Judaico, que teve início ontem.
16 de Setembro de 2004 às 00:00
A viagem, que tem a duração de cinco dias, tem a ver com o interesse da diva da pop pela Cabala e inclui visitas às sepulturas de sábios rabínicos, no Norte de Israel, e peregrinações a santuários sagrados, como o Túmulo de Raquel, em Belém.
Madonna integra um grupo de mais de dois mil estudantes do misticismo judaico de 22 países, que visitam Israel numa viagem organizada pelo Centro Kabbalah, sediado na cidade norte-americana de Los Angeles.
Além de ter adoptado o nome judaico de Ester, a cantora usa uma pulseira vermelha no pulso para afastar o mau-olhado e recusa-se a dar concertos no sábado hebraico. O interesse de Madonna pela Cabala levou-a já a introduzir símbolos judaicos nos seus vídeos, o que não agradou aos líderes religiosos.
A visita de Madonna a Israel está, entretanto, a preocupar as autoridades daquele país, que temem manifestações por parte dos judeus ultra-ortodoxos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)