Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
5

Madonna não deixa entrar telemóveis nos concertos

Primeiro concerto da cantora em Brooklin arrancou sem possibilidade de captação de imagens amadoras.
Miguel Azevedo 20 de Setembro de 2019 às 01:30
Madonna
Madonna explica como aterrou num “mundo mágico” em Lisboa
'Madame X', o novo álbum de Madonna, chega hoje às lojas
Madonna
Madonna é das artistas mais bem pagas do Mundo: é das que mais ganha com cada espectador por concerto
Madonna
Madonna explica como aterrou num “mundo mágico” em Lisboa
'Madame X', o novo álbum de Madonna, chega hoje às lojas
Madonna
Madonna é das artistas mais bem pagas do Mundo: é das que mais ganha com cada espectador por concerto
Madonna
Madonna explica como aterrou num “mundo mágico” em Lisboa
'Madame X', o novo álbum de Madonna, chega hoje às lojas
Madonna
Madonna é das artistas mais bem pagas do Mundo: é das que mais ganha com cada espectador por concerto
Ela avisou e cumpriu: nem telemóveis, nem smartwatches, nem câmaras fotográficas. Arrancou assim a nova digressão de Madonna, ‘Madame X’, em Brooklin, Nova Iorque, completamente livre de aparelhos eletrónicos que pudessem captar imagens e causar distrações.

A cantora, que ainda recentemente revelou que os filhos não têm telemóveis, proibiu agora também os fãs de os usarem nos seus espetáculos. À entrada do BAM Howard Gilman Opera House, aqueles que não deixaram os telefones em casa tiveram mesmo de depositá-los numa caixa, para só voltar a recebê-los de volta no final do concerto.

As precauções foram mais longe: quem fosse apanhado com telemóvel, seria expulso da sala. A verdade é que ainda esta quinta-feira, dois dias depois da estreia da digressão, quem tentasse procurar, na internet, vídeos ou fotos tirados à socapa, não ia ter grande sucesso.

Os fãs ouviram e, pelos vistos, cumpriram o pedido, que vai valer para toda a digressão, inclusive para os dias em que Madonna atuar em Portugal, de 12 a 23 de janeiro do próximo ano. Sem imagens ou vídeos fica o relato escrito de um concerto intimista, mas não menos espetacular, irrepreensível e arrebatador.

Para nós, portugueses, quatro notas: Madonna não interpretou o tema ‘Faz Gostoso’, de Blaya, mas fez um cover de ‘Fado Pechincha’ de Isabel de Oliveira, cantou ‘Sôdade’ de Cesária Évora e teve a companhia do jovem guitarrista Gaspar Varela.
Madonna Madame X Brooklin Nova Iorque artes cultura e entretenimento música fotografia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)