Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

MAGIA NO PANTEÃO

Harry Potter ‘visitou’ ontem o Panteão Nacional, em Lisboa que, como por artes mágicas, se transformou na escola de Hogwarts.
25 de Outubro de 2003 às 00:47
MAGIA NO PANTEÃO
MAGIA NO PANTEÃO
O motivo foi a festa de lançamento da tradução portuguesa do quinto livro da saga, “A Ordem de Fénix”. Um acontecimento que a Editorial Presença demorou três meses a preparar e que, apesar da chuva, mobilizou dezenas de fãs.
A sala do Panteão Nacional escolhida para o lançamento do livro foi transformada numa sala de aula da escola de feitiçaria de Hogwarts e juntou cerca de 500 pessoas. A aula de poções mágicas, com um cenário a condizer, entusiasmou as crianças,. muitas das quais puderam comprar, a partir da meia-noite, o tão ambicionado livro, por 20 euros.
Inês Mourão, da Editorial Presença, defendeu a realização do evento no Panteão Nacional, argumentando que aquele é "um lugar de cultura, área em que também se inserem os livros". "Harry Potter e a Ordem de Fénix" teve uma primeira edição recorde em português, com uma tiragem de 100 mil exemplares. Os quatro primeiros livros da saga Harry Potter, que tem um total de sete livros, venderam um milhão de cópias, lembrou Inês Mourão.
A 'pottermania' é um fenómeno incontornável e ao qual também se associaram ontem à noite diversas livrarias, como algumas Fnac e Bertrand, que estiveram abertas à meia-noite, para começar a vender o livro. A Bulhosa Livreiros oferece esta manhã cinco livros aos cinco candidatos que se apresentarem naquela livraria com as melhores recriações das indumentárias 'potterianas'.
Recorde-se que Harry Potter já foi adaptado ao cinema, devendo o terceiro filme da saga estrear-se lá para o Natal deste ano.
Ver comentários