Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
4

Malangatana homenageado no Mosteiro dos Jerónimos

“Era não só Valente de nome como foi valente na vida”, foi assim que a ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas , descreveu esta sexta-feira o falecido pintor moçambicano Malangatana, numa cerimónia de homenagem prestada ao artista no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.
7 de Janeiro de 2011 às 18:37
Sala do Refeitório do Mosteiro dos Jerónimos encheu para cerimónia de homenagem a Malangatana
Sala do Refeitório do Mosteiro dos Jerónimos encheu para cerimónia de homenagem a Malangatana FOTO: Manuel João Salvado

Para a ministra da Cultura, o artista plástico Malangatana Valente, que morreu quarta-feira aos 74 anos, era um exemplo de "cidadania activa, mas pacificadora" e de um "talento multifacetado", que utilizava para exercer a fraternidade lusófona.

"Embaixador de culturas, [Malangatana] aproximou diversas formas de arte entre gerações, países e continentes", referiu Canavilhas acrescentando que a poesia que o pintor escreveu é uma "obra desafiante e comovente".

Também presente na cerimónia fúnebre esteve o ex-Presidente da República, Mário Soares, acompanhado pela mulher Maria Barroso, que caracterizou o pintor pela sua espontaneidade e naturalidade.

"Malangatana foi um lutador contra o colonialismo sem nunca ter deixado de amar Portugal", afirmou Mário Soares, amigo do artista plástico desde a independência de Moçambique.

Para o ex-chefe de Estado, o artista "prestou grandes serviços a Moçambique, não só porque foi o maior pintor moçambicano mas também um pintor universal", merecendo assim a "simpatia e orgulho" do povo português.

Por seu lado, o embaixador de Moçambique em Portugal, Miguel Costa Mkaima, referiu que a "irmandade e as relações excelentes entre o povo português e moçambicano" se reflectem nas homenagens prestadas ao pintor.

"Comunicarei ao meu país o ambiente de simpatia, solidariedade e amizade sentida aqui em Portugal", afirmou Mkaima, realçando o facto de a homenagem se ter realizada no Mosteiro dos Jerónimos onde "repousam grandes nomes da nação portuguesa".

O corpo de Malangatana Valente será agora trasladado na terça-feira para Moçambique, onde será feito o funeral.

Artes Poesia Pintura Moçambique Malangatana Valente homenagem
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)