Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
3

Mansão onde Jackson morreu foi vendida

A mansão onde o cantor Michael Jackson viveu os seus últimos meses de vida foi comprada pelo empresário Steven Mayer, que deu 18,1 milhões de dólares (14 milhões de euros).
5 de Novembro de 2012 às 18:23
Michael Jackson faleceu a 29 de Junho de 2009
Michael Jackson faleceu a 29 de Junho de 2009 FOTO: Reuters

A mansão onde o cantor Michael Jackson viveu os seus últimos meses de vida foi comprada pelo empresário Steven Mayer, que deu 18,1 milhões de dólares (14 milhões de euros).

O ‘Rei da Pop’ viveu seis meses na mansão com os três filhos Prince Michael, Paris e Blanket e pagava uma renda mensal de 100 mil dólares, cerca de 78 mil euros.

De estilo francês e com 1.600 metros quadrados, a mansão situada no bairro de Holmby Hills conta com um amplo jardim, tem 13 casas de banho, sala de cinema, elevador, ginásio, piscina, adega e uma impressionante sala para convidados. Antes de Michael Jackson se mudar para a casa, os proprietários colocaram à venda a mansão por 38,5 milhões de euros (cerca de 29,7 milhões de euros), mas o produto da venda acabou por ficar mais de dez milhões de euros abaixo do preço inicial.

A 29 de Junho de 2009, Michael Jackson faleceu após uma sobredosagem de medicamentos. O seu médico particular, Conrad Murray, foi considerado culpado do crime de homicídio involuntário e condenado a quatro anos de cadeia.

michael jackson mansão cantor mansão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)