Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

MÃO MORTA EM GRANDE

O grupo Mão Morta esteve em grande destaque na primeira noite da edição 2004 do Festival Carviçais Rock, anteontem, naquela localidade transmontana.
1 de Agosto de 2004 às 00:00
Adolfo Luxúria Canibal
Adolfo Luxúria Canibal
Numa jornada marcada pela pouca afluência de público – cerca de duas mil pessoas espalhadas pelo recinto – os fãs obrigaram a banda liderada por Adolfo Luxúria Canibal a regressar por duas vezes ao palco, já depois de terminado o concerto.
Um deles foi Cândido Pereira, de 20 anos, natural de Ermesinde, e seguidor da banda de Braga. “Foi o melhor concerto que lhes vi fazer, em especial porque tive oportunidade de os ouvir em palco a tocar ‘Budapeste’, música referência do grupo e que raramente é tocada em concertos”, confessou ao Correio da Manhã.
O encerramento deste dia de abertura esteve a cargo dos britânicos Spiritualized que, encantaram a assistência pela sobriedade com que apresentaram o seu pop com laivos de psicadelismo.
E, ao contrário do que acontece na maior parte dos concertos, as pessoas não se encostaram às grades de protecção do palco, antes preferindo ouvir atentamente a música dos Spiritualized - cujo alinhamento alternou temas mais calmos com outros mais rock - à distância ou, simplesmente, deitadas no chão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)