Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
1

Mão Morta matam políticos nacionais

Adolfo Luxúria Canibal mata Passos Coelho e Cavaco Silva a tiro? Não é bem assim. No vídeoclip do tema ‘Horas de Matar’, já disponibilizado pelos Mão Morta online, a sugestão está lá, mas não é nada que, segundo o líder da banda, incite diretamente à violência.

22 de Maio de 2014 às 14:00
Adolfo Luxúria Canibal diz que o seu objetivo nunca foi o de incentivar à violência
Adolfo Luxúria Canibal diz que o seu objetivo nunca foi o de incentivar à violência FOTO: D.R.

“Não mato rigorosamente ninguém no vídeo”, diz o cantor ao CM. “Apenas utilizo uma pistola falsa e provoco um espirrar de ketchup”, esclarece, ele que no mesmo vídeo, canta: “Ultrapassado o limite do ultraje / Toda a violência é legítima autodefesa / Também pelo meu relógio são horas de matar”.

Além do Primeiro-Ministro e do Presidente da República, há ainda a sugestão de assassinato a um gestor do BPN, a um alto dignatário da Igreja Católica, a um representante da Justiça. Adolfo Luxúria Canibal diz que “é uma ilustração fílmica, uma leitura possível da canção”. “O vídeo é uma liberdade criativa do Rodrigo Areis [realizador], e nós apoiámo-lo. Mas o tema não se esgota aí e cada um pode entender o que quiser.”

‘Horas de Matar’ é a última das dez canções que compõem o novo álbum do grupo, que sai segunda-feira e que se chama, precisamente, ‘Pelo meu relógio são horas de matar’. O disco celebra 30 anos de Mão Morta, e segundo o vocalista “era forçoso que refletisse a realidade concreta de Portugal”.

“O nosso objetivo é criar um motivo para pôr as pessoas a pensar. Isso é que é importante. Não posso concordar que o disco seja um incentivo à violência – é um incentivo, isso sim, ao pensamento próprio.”

O 13º álbum da banda será promovido, no final do ano, com três meses “à cigano”, promete Adolfo Luxúria Canibal. “Vamos fazer uma tournée no último trimestre do ano e vão ser três meses de folia aniversariante.”

Cultura Música Adolfo Luxúria Canibal 'Horas de Matar'
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)