Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Marcos Bastinhas sai em ombros pela porta grande

Corrida Mista de homenagem ao malogrado cavaleiro Joaquim Bastinhas.
Joaquim Tapada 11 de Junho de 2019 às 21:29

A bonita e cómoda Praça do Campo Pequeno registou boa assistência na Corrida Mista de homenagem ao malogrado cavaleiro Joaquim Bastinhas, falecido no final de 2018.
Na terça-feira, dia 4, foi inaugurada uma exposição evocativa do popular cavaleiro, no átrio e corredor da praça na qual estiveram presentes os familiares mais próximos de Bastinhas, os responsáveis do Campo Pequeno e muitos aficionados.
O cartaz da corrida do dia 6 de junho incluiu os cavaleiros  João Moura e Marcos Bastinhas, os grupos de forcados de Portalegre e Amadores da Chamusca, o matador espanhol Cayetano Rivera Ordoñez, sendo os toiros da ganadaria Varela Crujo.
No começo do espectáculo foi apresentada a placa de homenagem a Joaquim Bastinhas  que será colocada no átrio do Campo Pequeno. Com a direção do novo delegado técnico do IGAC, Ricardo Dias, antigo forcado, assessorado pelo veterinário Jorge Moreira da Silva, o cavaleiro João Moura lidou os 1º. e 4º. toiros e em ambos esteve à sua altura.
Boas preparações, ferros bem colocados e rematados. Duas atuações muito positivas do experiente e valoroso ginete, que o público aplaudiu com calor. O outro cavaleiro, Marcos Bastinhas, lidou os 2º. e 5º. toiros e esteve em noite inspirada com duas lides muito empolgantes através de ferros à porta-gaiola, ferragem comprida e curta bem colocada, pares de bandarilhas a duas mãos - a fazer lembrar o seu pai - e ladeios muito bem conseguidos. Em cada um dos seus toiros deu duas voltas à arena e agradeceu nos médios.
O matador Cayetano esteve correto em qualquer dos toiros, em especial no que encerrou a corrida, através de uma faena variada com lances muito suaves de capote e passes de muleta muito templados pelos dois pitons, com passes pela direita, naturais, molinetes, ajudados por alto, passes de peito e outros, muito aplaudidos.
As pegas foram consumadas por Ricardo Almeida, à 2ª. bem ajudado e por João Fragoso, também à 2ª., do grupo de Portalegre e por Francisco Borges, à 2ª. com uma boa ajuda e Bernardo Borges, boa pega, dos amadores da Chamusca.
As atuações de Marcos Bastinhas tiveram muita emoção, pois em qualquer delas o cavaleiro de Elvas evocou o seu pai. Considerando o número de voltas do cavaleiro Marcos Bastinhas este saiu em ombros, muito aplaudido.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)