Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

Marcos Bastinhas sai em ombros pela porta grande

Corrida Mista de homenagem ao malogrado cavaleiro Joaquim Bastinhas.
Joaquim Tapada 11 de Junho de 2019 às 21:29

A bonita e cómoda Praça do Campo Pequeno registou boa assistência na Corrida Mista de homenagem ao malogrado cavaleiro Joaquim Bastinhas, falecido no final de 2018.
Na terça-feira, dia 4, foi inaugurada uma exposição evocativa do popular cavaleiro, no átrio e corredor da praça na qual estiveram presentes os familiares mais próximos de Bastinhas, os responsáveis do Campo Pequeno e muitos aficionados.
O cartaz da corrida do dia 6 de junho incluiu os cavaleiros  João Moura e Marcos Bastinhas, os grupos de forcados de Portalegre e Amadores da Chamusca, o matador espanhol Cayetano Rivera Ordoñez, sendo os toiros da ganadaria Varela Crujo.
No começo do espectáculo foi apresentada a placa de homenagem a Joaquim Bastinhas  que será colocada no átrio do Campo Pequeno. Com a direção do novo delegado técnico do IGAC, Ricardo Dias, antigo forcado, assessorado pelo veterinário Jorge Moreira da Silva, o cavaleiro João Moura lidou os 1º. e 4º. toiros e em ambos esteve à sua altura.
Boas preparações, ferros bem colocados e rematados. Duas atuações muito positivas do experiente e valoroso ginete, que o público aplaudiu com calor. O outro cavaleiro, Marcos Bastinhas, lidou os 2º. e 5º. toiros e esteve em noite inspirada com duas lides muito empolgantes através de ferros à porta-gaiola, ferragem comprida e curta bem colocada, pares de bandarilhas a duas mãos - a fazer lembrar o seu pai - e ladeios muito bem conseguidos. Em cada um dos seus toiros deu duas voltas à arena e agradeceu nos médios.
O matador Cayetano esteve correto em qualquer dos toiros, em especial no que encerrou a corrida, através de uma faena variada com lances muito suaves de capote e passes de muleta muito templados pelos dois pitons, com passes pela direita, naturais, molinetes, ajudados por alto, passes de peito e outros, muito aplaudidos.
As pegas foram consumadas por Ricardo Almeida, à 2ª. bem ajudado e por João Fragoso, também à 2ª., do grupo de Portalegre e por Francisco Borges, à 2ª. com uma boa ajuda e Bernardo Borges, boa pega, dos amadores da Chamusca.
As atuações de Marcos Bastinhas tiveram muita emoção, pois em qualquer delas o cavaleiro de Elvas evocou o seu pai. Considerando o número de voltas do cavaleiro Marcos Bastinhas este saiu em ombros, muito aplaudido.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)