Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
9

Maria João premiada (COM TRAILER)

Maria João Bastos recebeu dois presentes de Natal que não a poderiam ter deixado mais feliz. Além do prémio de Melhor Actriz Secundária atribuído pela revista norte-americana ‘Village Voice’ pelo seu desempenho em ‘Mistérios de Lisboa’, também o site Indiewire – que reúne 160 críticos de cinema dos EUA – a distinguiu.
26 de Dezembro de 2011 às 01:00
Maria João Bastos (à. esq.) numa cena de ‘Mistérios de Lisboa’, filme de Raúl Ruiz que adapta o livro de Camilo Castelo Branco
Maria João Bastos (à. esq.) numa cena de ‘Mistérios de Lisboa’, filme de Raúl Ruiz que adapta o livro de Camilo Castelo Branco FOTO: direitos reservados

"Foi mesmo uma prenda de Natal inesperada" disse ontem ao CM. "Mas é uma surpresa muito bem recebida", reforçou.

Na mesma categoria, a ‘Village Voice' tinha nomeado actrizes como Helen Mirren, Gwyneth Paltrow ou Julianne Moore, mas a actriz portuguesa bateu a concorrência, ficando ex aequo com outras colegas de profissão não menos famosas: Demi Moore, Jodie Foster e Ellen Page. Já o Indiewire distinguiu-a na prestigiante categoria de Best Supporting Performances (Melhores Interpretações Secundárias) de 2011.

"Não trabalho para ganhar prémios, mas sim por amor à arte. Mas claro que é muito bom sentir o reconhecimento do meu trabalho", acrescentou a actriz, que considera que esta é também mais uma forma de homenagem ao realizador Raúl Ruiz, falecido em Agosto último, e de reforçar "o percurso de sucesso internacional que o filme tem feito".

"NÃO REJEITARIA OPORTUNIDADES NO ESTRANGEIRO"

Desde a estreia, em Outubro de 2010, que ‘Mistérios de Lisboa', de Raúl Ruiz, tem somado prémios de prestígio internacionais. O reconhecimento mundial e estas duas distinções poderão mesmo vir a abrir portas a Maria João Bastos no estrangeiro e, sobre esta eventualidade, a actriz não se faz rogada. "Não rejeitaria oportunidades no estrangeiro", afirmou. E preferia um filme em Hollywood ou na Europa? "Gosto muito de cinema europeu mas, naturalmente, dependeria do projecto e do realizador". ‘Mistérios de Lisboa' foi produzido por Paulo Branco e rodado em Portugal. Já correu Mundo e esteve recentemente em exibição nos EUA onde, mais uma vez, recebeu fortes aplausos da crítica.

"SINTO QUE FUI UMA INJUSTIÇA"

"Não desvalorizando o filme ‘José e Pilar', que é um bom filme e representa bem Portugal, não posso deixar de sentir que foi uma injustiça não terem escolhido o ‘Mistérios de Lisboa' para ser o candidato português ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro". Sincera, frontal e com argumentos à altura. Para Maria João Bastos, "o reconhecimento mundial do filme, em especial nos EUA, é mais uma prova das chances que teria de chegar à lista final de nomeados e acho até que poderíamos trazer um Óscar para casa, pela primeira vez".

maria joão bastos filme cinema 'mistérios de lisboa' prémios
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)