Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Maria Rita volta intimista

A cantora brasileira Maria Rita, filha de Elis Regina, lança hoje no Brasil o seu novo disco. Leva o título de ‘Segundo’ e, de acordo com a própria, em declarações à agência Reuters, é mais “intimista”.
17 de Setembro de 2005 às 00:00
A cantora brasileira
A cantora brasileira FOTO: Paulo Whitaker/Reuters
O disco, que só chega a Portugal no dia 26, apresenta uma Maria Rita mais introspectiva, facto a que não serão alheios o nascimento do primeiro filho, António, e a morte do seu produtor Tom Capone, falecido o ano passado num acidente de moto, depois da cerimónia de entrega dos Grammy latinos. “Depois da morte do Tom fiquei sem muita noção do que fazer. Estava com medo e com uma carência grande”, disse a cantora à Reuters.
Maria Rita, 28 anos, é unanimemente considerada uma das mais carismáticas ‘divas’ da canção brasileira, tendo já conquistado três Grammy latinos, com apenas um álbum editado.
O novo disco tem 12 canções, do samba ao bolero, balada e maracatu e foi gravado ‘ao vivo’ no estúdio, sob a supervisão técnica de Lenine. Em Portugal, o disco de estreia de Maria vendeu mais de 60 mil cópias.
Ver comentários