Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Marlon Brando pervertido

A ex-mulher do actor Marlon Brando, Tarita Teriipia, acusou-o de ter molestado sexualmente a filha de ambos, na recém-lançada biografia ‘Marlon, Meu Amor, Meu Tormento’.
10 de Março de 2005 às 00:00
O lendário actor, falecido em Julho do ano passado, é descrito pela ex-mulher como um homem “pervertido e nojento”, que “costumava acariciar as partes íntimas da filha” e que tinha “mudanças bruscas de humor “ e “atitudes violentas” para com todos os membros da família. A ex-mulher de Brando especula mesmo sobre a hipótese dos abusos sexuais praticados sobre a filha, Cheyene, terem contribuído para o suicídio desta, em 1995.
Tarita Teriipia, que conheceu o actor durante as filmagens de ‘Revolta na Bounty’ (1962), afirmou ainda que a sua vida com Brando foi um “autêntico inferno” e confessou ter escrito o livro para que os seus netos “soubessem quem era o avô”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)