Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
8

Matador de 74 anos recebe homenagem

Aos 74 anos José Júlio abriu-se de capote, nos médios, com soltura e sítio, para depois, com a muleta – e em toureio de mando e saber –, mostrar aos mais novos e recordar aos mais velhos que o toureio a pé já teve esplendor em Portugal e mais espaço do que agora lhe concedem.
7 de Outubro de 2009 às 00:30
José Júlio celebrou os 50 anos da sua alternativa na arena da Praça de Vila Franca de Xira
José Júlio celebrou os 50 anos da sua alternativa na arena da Praça de Vila Franca de Xira FOTO: Pedro Teixeira

Foi justa e bem merecida a homenagem que, no intervalo da corrida da noite de segunda-feira em Vila Franca de Xira, e enquanto era descerrada a lápide comemorativa dos 50 anos de alternativa do veterano matador vila-franquense, fez soltar lágrimas de emoção a muitos que resistiram à chuva outonal.

O espanhol Sanchez Vara, que repetia, mercê de êxito recente na mesma arena, voltou a mostrar-se toureiro completo nos três tércios, sobretudo na lide do excelente novilho de Oliveira Irmãos, saído em quinto lugar, que mereceu "volta à arena" e chamada do ganadeiro.

António João Ferreira alternou em bandarilhas com classe, lanceou com temple e compôs uma faena com som ao seu primeiro. O ‘sobrero’ era perigoso, rasgou-lhe a ‘talaguilla’, não tinha um passe e teve de abreviar. J. Augusto Moura, um novilheiro em alta, teve sorte diversa com um primeiro que permitiu mostrar o que vale e um segundo que não deu para mais do que estar com dignidade.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)